Forças Armadas

Fumacê: Desfile de tanques em Brasília vira meme nas redes sociais

O desfile de blindados ocorreu no mesmo dia que a Câmara dos Deputados avalia em plenário a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que institui o voto impresso, defendido pelo presidente Jair Bolsonaro

Correio Braziliense
postado em 10/08/2021 15:03
 (crédito: Twitter/ reprodução )
(crédito: Twitter/ reprodução )

O desfile de tanques das Forças Armadas, nesta terça-feira (10/8) em Brasília, virou piada nas redes sociais. Na internet, os usuários do Twitter não perderam tempo e a fumaça soltada pelos tanques foi comparada com o fumacê, usado para controlar a dengue.

Até mesmo famosos usaram o humor para criticar a situação. "O fumacê tem antitetânica?", questionou o ator Bruno Gagliasso. O deputado Alencar Santana (PT/SP) disse que descobriu o objetivo do desfile: combate à dengue.


O humorista Antonio Tabet disse que a fumaça não era porque os tanques são antigos e, sim, porque era um desfile em conjunto com o Ministério da Saúde. "Os tanques não estavam soltando fumaça daquele jeito porque são velhos ou têm motor de Voyage 81, mas, sim, porque foi um desfile em conjunto com o Ministério da Saúde promovendo fumacê contra a dengue!", escreveu.
 

Vejas as reações 



Entenda 

O comboio de 150 veículos faz parte da Operação Formosa, treinamento militar da Marinha, e o desfile na Esplanada dos Ministérios foi para entregar um convite ao presidente Jair Bolsonaro para participar de um exercício militar em Formosa, em Goiás. 

O desfile de blindados ocorreu no mesmo dia que a Câmara dos Deputados avalia em plenário a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que institui o voto impresso, defendido pelo presidente Jair Bolsonaro. 

O ato foi visto como uma tentativa de demonstração de forças. No meio político foram muitas as críticas ao governo Bolsonaro. O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD/AM), disse que o desfile é uma "tentativa de intimidar parlamentares e opositores". 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE