PRESO PELA PF

Roberto Jefferson pode ser transferido para presídio de Bangu, no Rio

Ex-deputado vai passar por triagem em Benfica, onde pode ser alocado em outra unidade prisional. PF afirma que ele cometeu crimes de associação à organização criminosa, racismo e homofobia

Renato Souza
postado em 13/08/2021 11:28 / atualizado em 13/08/2021 11:31
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

Preso pela Polícia Federal na região de Lavy Gasparian, localizada a 130 quilômetros do centro do Rio, o ex-deputado Roberto Jefferson será levado para o presídio de Benfica, na zona norte da cidade, para realização de triagem. Após o procedimento, deve ser encaminhado ao complexo penitenciário de Bangu.

Antes de ser encarcerado, Jefferson vai realizar exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), seguir para a sede da Polícia Federal em solo carioca e posteriormente ser encaminhado para o cumprimento da prisão preventiva determinada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF.

A Polícia Federal, que pediu a prisão, afirma que o ex-deputado cometeu atos de organização criminosa, crimes contra a honra, racismo e homofobia. Em vídeos publicados na internet e comentários nas redes sociais, Jefferson ataca instituições democráticas e pede a deposição de ministros do Supremo.

O ex-parlamentar também aparece empunhando armas. No despacho, Moraes determina que sejam recolhidas todas as armas e munições em posse do investigado, assim como tablets, demais computadores e celulares. Em nota, a defesa do ex-parlamentar disse que não teve acesso aos autos e que só vai se manifestar após ficar a par da situação.

Em nota, o PTB, sigla da qual Roberto Jefferson é presidente, disse que seus integrantes respeitam a democracia. "Cumpre notar que o PTB e seus dirigentes sempre respeitaram e continuam a respeitar o Estado Democrático de Direito e a Constituição Federal, em todos os seus ditames", diz um trecho da manifestação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE