SETE DE SETEMBRO

Segurança na área central de Brasília será reforçada para atos de terça

Área central de Brasília, que receberá manifestantes contra e a favor do presidente Jair Bolsonaro, terá policiamento especial. Prédios públicos serão fechados com gradil e protegidos por PMs. Participantes vão ser revistados

Jorge Vasconcellos
Pedro Marra
postado em 04/09/2021 07:00 / atualizado em 04/09/2021 09:14
 (crédito: Pedro Marra/CB/DA Press)
(crédito: Pedro Marra/CB/DA Press)

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) divulgou detalhes sobre o esquema de segurança preparado para as manifestações do 7 de Setembro. O planejamento teve como base levantamentos de inteligência, após autoridades locais e federais expressarem preocupação com o risco de atos violentos contra instituições públicas. Todo o trabalho foi pactuado entre o governo do DF e os organizadores dos protestos. O órgão, porém, diz que não divulga o efetivo a ser usado.

A aproximação do feriado do Dia da Independência tem sido motivo de apreensão para parlamentares, magistrados e representantes da sociedade civil. Nas últimas semanas, vários organizadores dos atos em apoio ao presidente Jair Bolsonaro passaram a ser investigados — alguns foram presos — pela Polícia Federal depois de ameaçarem “invadir e quebrar” o Supremo Tribunal Federal (STF) para retirar à força os ministros.

As manifestações a favor de Bolsonaro ocorrerão na Esplanada dos Ministérios. Porém estará bloqueado o acesso à Praça dos Três Poderes. Todos os monumentos e prédios públicos estarão fechados com gradil e resguardados por policiais.


Já os atos organizados pela oposição, segundo o comunicado da SSP-DF, serão realizados na área da Torre de TV. O órgão informou, também, que várias vias da região central de Brasília estarão fechadas ao trânsito (veja quadro).

“Vamos seguir os protocolos que vêm dando certo no planejamento e monitoramento de eventos deste porte. A SSP/DF, assim como as forças de segurança, tem uma vasta experiência em atuações em manifestações públicas. Nós nos reunimos com profissionais de todos os órgãos de segurança federais envolvidos direta e indiretamente nos eventos, bem como representantes dos manifestantes”, disse o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo, conforme o comunicado. “A construção em conjunto da estratégia e a integração fazem parte da natureza do nosso trabalho. Vamos garantir que todos exerçam o direito de se manifestar pacificamente e com segurança.”

Policiais farão revistas pessoais em toda extensão do Eixo Monumental. “A intenção é de que todos que acessarem a Esplanada dos Ministérios e proximidades da Torre de TV passem pelas linhas de revista. É um procedimento muito importante para a segurança do público, e a Polícia Militar estará atenta a isso”, disse o chefe do Departamento Operacional da PMDF, coronel Jorge Eduardo Naime.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE