PLANALTO

Bolsonaro fala em "entendimento" com STF: "Somos um só corpo"

O presidente ainda afagou o Congresso: "O que seria do Executivo sem o Senado, sem a Câmara e, também, porque não dizer, em muitos momentos, sem o nosso STF? Nós somos um só corpo, o nosso bom entendimento é a alegria do nosso povo", acrescentou

Ingrid Soares
postado em 14/09/2021 19:13 / atualizado em 14/09/2021 19:13
 (crédito: PAULO LOPES / AFP)
(crédito: PAULO LOPES / AFP)

O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta terça-feira (14/9), que "não há como não acreditarmos no futuro do país" tendo o Legislativo e o Judiciário "cada vez se entendendo mais para o bem comum da nação". A declaração ocorreu durante solenidade de entrega do Prêmio Marechal Rondon de Comunicações, no Palácio do Planalto, dias após ele ter divulgado uma carta onde recuou do tom golpista utilizado em atos pró-governo. Bolsonaro destacou ainda a importância do leilão 5G para o país e elogiou o trabalho do ministro das Comunicações, Fábio Faria.

"Com toda certeza, Fábio vai deixar uma história excepcional para o Brasil nas comunicações. A bola do 5G, prezado relator Carreiro (presente no evento), a bola do 5G, depois de passar por você está com ele. É um tema praticamente sem goleiro. Nós estaremos na vanguarda, com o mundo nessa questão. 5G é progresso, é investimento,. São negócios, é o nosso futuro. E tenho certeza, o trabalho meticuloso de Fábio Faria vem exercendo no seu ministério será uma grande marca para o nosso Brasil. Não tem como não acreditarmos no futuro dessa nação tendo aí o Legislativo, tendo o Judiciário cada vez se entendo mais para o bem comum de todos nós", apontou.

Bolsonaro alegou ainda que seu governo mantém diálogo com todos os Poderes. "O nosso governo conversa com todo mundo. Esse prêmio, esse simples troféu, é um reconhecimento a todos vocês pela colaboração com o governo e com o Brasil. O que seria do Executivo sem o Senado, sem a Câmara e, também, porque não dizer, em muitos momentos, sem o nosso STF? Nós somos um só corpo, o nosso bom entendimento é a alegria do nosso povo. O que nós parlamentares buscamos fazer dentro do parlamento? É produzir alegria, produzir na ponta da linha a satisfação para o nosso povo", continuou.

A homenagem Marechal Rondon é feita aos que contribuem para avanço da telecomunicação no país, segundo o Planalto. O presidente recebeu a honraria das mãos de Faria. A primeira-dama, Michelle Bolsonaro também foi agraciada, assim como os ministros do TCU Jorge Oliveira e Bruno Dantas; o senador Flavio Bolsonaro, o presidente da Câmara, Arthur Lira, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, o senador Davi Alcolumbre, ministros do governo, entre outros.



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE