Bolsonaro

Brasil pode ter problemas com abastecimento de alimentos, diz Bolsonaro

Em sua live de quinta-feira, presidente voltou a fazer coro em prol do tratamento precoce e elencou uma série notícias da imprensa internacional sobre problemas na economia em seus respectivos países

Correio Braziliense
postado em 07/10/2021 20:00 / atualizado em 07/10/2021 20:06
 (crédito: Alan Santos)
(crédito: Alan Santos)

Em sua live tradicional, o presidente afirmou nesta quinta-feira (7/10), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que o Brasil deve enfrentar "problemas de abastecimento" no ano que vem. De acordo com chefe da República, podem faltar produtos no Brasil em 2022. O motivo disso, seria uma crise energética na China. 

"Eu vou avisar um ano antes: por questão de crise energética, a China começa a produzir menos fertilizantes. Já aumentou de preço, vai aumentar mais e vai faltar. A cada cinco pratos de comida no mundo, um sai do Brasil. Vamos ter problemas de abastecimento ano que vem", declarou Bolsonaro, durante sua live no Palácio do Planalto.

Segundo o presidente da República, a Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) está concluindo a elaboração de um plano emergencial para a produção de fertilizantes. 

Ao longo de sua transmissão ao vivo, Bolsonaro citou crises na economia em diversos países. O presidente apresentou reportagens divulgadas na imprensa dos respectivos países, que publicavam e denunciavam problemas em seus países. 

Bolsonaro ainda fez defesa ao tratamento precoce e questionou estudos para a criação de vacinas para novas variantes da pandemia. Apesar de alguns questionamentos, o presidente evitou adentrar assuntos para "evitar problemas".  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE