Vacinação

Nikolas Ferreira se vacina contra covid-19: 'Foi algo contra minha vontade'

O vereador de Belo Horizonte afirmou que recebeu a primeira dose do imunizante para uma viagem a trabalho à Europa

Estado de Minas
postado em 04/11/2021 23:03
 (crédito: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
(crédito: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

Contrário à obrigatoriedade da vacina contra COVID-19, o vereador de Belo Horizonte Nikolas Ferreira (PRTB) afirmou que recebeu a primeira dose do imunizante. Um episódio recente envolvendo o parlamentar foi amplamente compartilhado nas redes sociais, onde ele acabou sendo barrado em uma visita ao Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, por não apresentar o cartão de vacinação.

Em uma gravação de um podcast, ele afirmou que continua contrário às medidas de segurança contra o novo coronavírus, mas decidiu se vacinar para fazer uma viagem a trabalho para a Europa em janeiro de 2022. “Eu vou tomar porque está sendo imposto. Inclusive, a primeira dose eu já tomei, senão não ia dar tempo do meu compromisso”, afirmou Nikolas durante a conversa sem dar detalhes.

“Estou me sentindo imposto [a tomar a vacina contra COVID-19] porque estou indo para uma viagem importante. Eu não ia deixar de viajar. Mas foi algo contra a minha vontade”, acrescentou.

Em setembro, ele publicou vídeos em rede social para mostrar sua insatisfação por ter sido impedido de visitar o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro por não apresentar o comprovante de vacinação contra COVID-19. “Eu tô bolado”, afirmou.

Durante a gravação, ele também comentou sobre o episódio e disse que o decreto do Rio de Janeiro é “irracional” e “inconstitucional”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE