poder

Lula minimiza ditadura de Ortega

Ex-presidente é criticado por comparar período do governante da Nicarágua no poder com o da alemã Angela Merkel

Ingrid Soares
postado em 24/11/2021 00:01
 (crédito: Thomas Samson/AFP)
(crédito: Thomas Samson/AFP)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) comparou a permanência no poder de Daniel Ortega, que está em seu quinto mandato e instalou uma ditadura na Nicarágua, com a da primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel. A declaração foi dada em entrevista ao El País, e um trecho, divulgado nas redes sociais. Mais tarde, o petista postou a íntegra na internet. Ortega, que está desde 2007 no comando do país, mandou prender sete de seus opositores antes que a população fosse às urnas, eliminando candidatos que pudessem ameaçar sua permanência no posto.

"Sabe, eu não posso ficar torcendo… Por que Angela Merkel pode ficar 16 anos no poder, e Daniel Ortega não? Por que Felipe González (ex-presidente da Espanha) pôde ficar 14 anos no poder? Qual é a lógica?", perguntou Lula a jornalistas que o questionaram sobre a situação da Nicarágua e que rebateram o petista afirmando que Merkel não prendeu seus opositores.

Lula ainda justificou que o intuito de sua prisão na Operação Lava-Jato era tornar Jair Bolsonaro eleito em 2018. "Eu não posso julgar o que aconteceu na Nicarágua. No Brasil, eu fui preso. No Brasil, eu era considerado o presidente da República eleito. Eu fui preso. Fiquei 580 dias na cadeia para que o Bolsonaro fosse eleito presidente da República", enfatizou. "Eu não sei o que as pessoas fizeram para ser (sic) presas. Eu sei que eu não fiz nada. Se o Daniel Ortega prendeu a oposição para não disputar a eleição, como fizeram no Brasil contra mim, ele está totalmente errado", frisou.

O petista também foi questionado a respeito da proibição de manifestações em Cuba. Alegou que a polícia é violenta "no mundo inteiro".

As declarações de Lula repercutiram nas redes sociais. Ainda ontem, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, criticou o petista. Por meio das redes sociais, o general escreveu: "Ex-presidente Lula (...) debocha da inteligência da população e do regime democrático. Omite o que ele fez de mau ao Brasil. Compara o ditador Ortega com Angela Merkel. Voto popular o condenará, de vez, nas eleições de 2022. Porque no te callas (sic)?".

A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva também reprovou a comparação feita por Lula: "Merkel é uma das grandes estadistas do século 21. Por um mundo com mais Angelas e menos ditadores de esquerda e de direita, ou qualquer forma de autoritarismo", postou nas redes sociais.

O PT divulgou uma nota chamando de falso e de má-fé afirmar que Lula teria apoiado ditaduras de esquerda.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE