Expectativa x Realidade

Correio Braziliense
postado em 27/11/2021 00:01
 (crédito: PRI-2711-BRASILIADF.jpg)
(crédito: PRI-2711-BRASILIADF.jpg)

A chegada do presidente Jair Bolsonaro ao PL fez crescer os olhos dos parlamentares da legenda para as indicações políticas para cargos no governo e até nas agências reguladoras. O alvo da vez é a Agência Nacional do Petróleo (ANP), pela qual a disputa é grande. Alguns parlamentares apostam, por exemplo, que as indicações do dirigente do PL no Rio de Janeiro, deputado Altineu Côrtes, ganharam força (confira no post divulgado, ontem, no Blog da Denise).

Quem também tem seus candidatos é o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), que vai para o PL. O presidente, entretanto, enfrenta um problema: se atender demais os filhos, arrumará problemas na nova "casa".

A confusão está tão grande, que frustrou a expectativa de ver as indicações chanceladas ainda esta semana pelo Planalto. No PL, há quem diga que, se Bolsonaro continuar na linha de atender primeiro os filhos, vai ser difícil convencer a legenda a entrar de corpo e alma na campanha presidencial no ano que vem.

Reta final

Os senadores já fizeram as contas. Neste fim de ano, está prevista a votação da PEC dos Precatórios, do Auxílio Brasil, sabatinas e votações sobre aval para que o governo nomeie autoridades. Por fim, o Orçamento do ano que vem. E olhe lá.

Escondidinho de emendas

A coluna cantou a bola há alguns dias, ao dizer que o comando da Câmara e do Senado não revelaria os padrinhos das emendas de relator ao Orçamento da União. É que, na hora que abrir os números, a ciumeira de quem não recebeu, ou recebeu menos do que os líderes, será tão grande quanto as preocupações daqueles que enviaram recursos para estados fora do domicílio eleitoral.

E os tucanos, hein?

A conclusão das prévias do PSDB não resultará numa debandada tão grande quanto possa parecer. É que eles brigam, mas a maioria continua no ninho. Para se ter uma ideia, nem o deputado Aécio Neves (MG) pretende sair.

Por falar em saídas...

Não são todos os bolsonaristas que irão para o PL. O líder do governo, Eduardo Gomes (TO), por exemplo, considera que está muito bem no MDB e vai pensar duas vezes antes de trocar de legenda.

Temer na Esfera/ O ex-presidente Michel Temer (foto) tem jantar marcado, na próxima segunda-feira, com o grupo Esfera, que congrega empresários e a nata do mercado financeiro em São Paulo. Vai analisar o quadro eleitoral e as chances da
terceira via.

Muita calma nessa hora/ Os filiados ao Esfera querem ouvir Sergio Moro. Porém a ideia de João Carlos Camargo, o CEO do grupo, é esperar para ouvir todos os pré-candidatos a presidente da República só no ano que vem.

O pesadelo não acabou.../ A nova cepa omicron assusta muita gente e já tem quem esteja preocupado com as festas de réveillon. A sorte do Brasil é que, por aqui, a população gosta
de vacina.

... e ainda vai longe/ Médicos, porém, têm dito que não dá para deixar de lado os cuidados básicos, como o uso de máscaras em ambientes fechados. É que o mundo continuará na gangorra da pandemia por mais um ano,
no mínimo.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE