ACM Neto manda recado ao presidente

Correio Braziliense
postado em 03/12/2021 00:01

O ex-prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) afirmou que "alguém de fora não vai resolver a eleição da Bahia". Foi uma resposta do pré-candidato ao governo baiano em 2022 ao ser questionado sobre a candidatura do ministro da Cidadania, João Roma, ao governo estadual, com apoio do presidente Jair Bolsonaro.

ACM Neto, que lançou a pré-candidatura, ontem, num evento em Salvador, evitou citar Roma nominalmente, mas disse que não precisará recorrer à bênção de um candidato à Presidência para concorrer em 2022.

"Lamento que algumas pessoas na política subestimem a inteligência do eleitor baiano e fiquem com a cabeça no passado, de achar que alguém vai vir de fora e resolver a eleição na Bahia. Isso vale para Bolsonaro, Lula, qualquer um", declarou.

De acordo com ele, "talvez quem não tenha um discurso forte como o nosso, com poder de mobilização como o nosso, precise recorrer a isso, achando que vai vir alguém de fora e vai resolver a eleição".

Até fevereiro deste ano, Roma era um dos homens de confiança de ACM Neto, mas se tornou desafeto do ex-prefeito ao aceitar o convite de Bolsonaro para assumir o Ministério da Cidadania, a contragosto do seu padrinho político.

Na oficialização da candidatura de ACM Neto estavam políticos de todo o estado e membros do futuro União Brasil, que se formará a partir da fusão do DEM e do PSL. Pelo DEM, estiveram o governador de Goiás Ronaldo Caiado e o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Presidente do PSL, Luciano Bivar representou a sigla.

Nenhuma das lideranças do União Brasil assegurou apoio a algum candidato para a eleição presidencial em 2022. Bivar desconversou sobre a possibilidade de que Mandetta seja o nome do partido para a disputa. Caiado disse que o partido ainda está "em momento de consolidação" e que o nome virá depois de janeiro. Membros projetam para fevereiro a finalização dos trâmites para a formalização do partido.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE