Acre

R$ 300 milhões para vale-gás

Correio Braziliense
postado em 23/12/2021 00:01

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou ontem o projeto de lei que destina R$ 300 milhões em crédito especial ao Ministério da Cidadania para a viabilização do auxílio gás em dezembro de 2021, informou a secretaria-geral da Presidência.

Os recursos vão ajudar famílias de baixa renda na compra do gás de cozinha com o equivalente a 40% do preço do botijão. A matéria foi aprovada no Congresso Nacional na semana passada.

A partir de 2022, os recursos do programa já constam no orçamento. A peça aprovada pelo Congresso Nacional ontem prevê a destinação de R$ 1,9 bilhão ao benefício no próximo ano.

O auxílio gás será concedido a cada dois meses e corresponde a uma parcela de no mínimo 50% da média do preço nacional de referência do botijão de 13 quilos do gás de cozinha.

Nas contas do Palácio do Planalto, o programa vai beneficiar ao menos cinco milhões de famílias de baixa renda. A intenção do governo é expandir a lista de beneficiários gradualmente no ano que vem.

Quem pode receber

Serão beneficiadas famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo, ou que morem na mesma casa de beneficiário do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O auxílio será concedido preferencialmente às famílias com mulheres vítimas de violência doméstica sob o monitoramento de medidas protetivas de urgência.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE