OBITUÁRIO

Morre Paulo Teixeira Manus ministro aposentado do TST, aos 70 anos

A presidente da corte, ministra Maria Cristina Peduzzi, anunciou luto de três dias em homenagem ao magistrado que atuou entre 2007 e 2013 no tribunal

Cristiane Noberto
postado em 25/12/2021 19:31
 (crédito: Tribunal Superior do Trabalho)
(crédito: Tribunal Superior do Trabalho)

De causas desconhecidas, o ministro aposentado do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Paulo Teixeira Manus, morreu na madrugada deste sábado (25/12), em Campinas (SP), aos 70 anos. A presidente da corte, ministra Maria Cristina Peduzzi, anunciou luto de três dias em homenagem ao magistrado que atuou entre 2007 e 2013 no tribunal.

“O ministro Pedro Paulo Manus foi muito especial. Custa a crer que partiu, em sua jovialidade e entusiasmo pela vida e pelo Direito. Distinguido juiz e jurista, ele deixa um legado que o imortaliza no Poder Judiciário, na universidade e na vida acadêmica. Na pessoa da sua "Maró", expressamos imenso pesar a sua família e amigos. Descanse em paz querido amigo,” lamentou Peduzzi.

A trajetória do ministro iniciou-se em 1973, quando se formou como bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade Paulista de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Em 1975, se especializou em Direito do Trabalho e em Direito Civil na Università Degli Studi di Roma, na Itália. Nove anos depois, concluiu um mestrado em Direito do Trabalho pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e, em 1995 obteve o grau de Doutor em Direito do Trabalho pela PUC-SP.

Manus foi convocado pela primeira vez ao TST em 1997 e, em 4 de outubro de 2007, tomou posse como ministro togado do Tribunal Superior do Trabalho (TST). O magistrado integrou a Sétima Turma e a Subseção II Especializada em Dissídios Individuais até 2013, quando se aposentou.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE