Redes sociais

Após críticas, governo faz força-tarefa para divulgar ações na Bahia

Presidente tirou férias e está em Santa Catarina com a família e disse que não pretende retornar antes do previsto

Raphael Felice
postado em 29/12/2021 16:57
 (crédito: Reprodução/Rede Sociais)
(crédito: Reprodução/Rede Sociais)

Enquanto curte férias em Santa Catarina, o presidente Jair Bolsonaro (PL) foi duramente criticado nas redes sociais. Na última terça-feira (28) internautas subiram a hashtag “#BolsonaroVagabundo”, em alusão à ausência dele durante as buscas na Bahia. O presidente da República enviou quatro ministros para o estado nordestino, mas afirmou ao portal UOL que não pretende retornar de sua folga antes do previsto.

De acordo com bastidores do Planalto e no Congresso, o contraste da devastação baiana com o presidente se divertindo enquanto anda de jetski no sul do país constrangeu aliados e até membros do governo. Para tentar amenizar a imagem do presidente da República, integrantes do poder Executivo rebateram as críticas a Bolsonaro.

O Ministério da Defesa postou vídeos das ações do governo federal em território baiano. Diversos ministros, como Tarcísio Freitas (Infraestrutura), Rogério Marinho (Desenvolvimento Social), Anderson Torres (Justiça) e Gilson Machado (Turismo) também fizeram publicações em defesa ao presidente da República.

Marinho, por exemplo, publicou nas redes sociais um vídeo em que participa de uma entrevista coletiva. Ele afirma que virou “vale tudo” para criticar Bolsonaro.

“O presidente foi à Bahia e foi criticado. O presidente mandou os ministros e foi criticado porque mandou os ministros. Acho que se o presidente descobrir a cura do câncer ele vai ser criticado porque descobriu a cura do câncer”, disse


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE