Gastos sob suspeita

Correio Braziliense
postado em 19/03/2022 00:01

Parlamentares querem saber por que o presidente Jair Bolsonaro (PL) gastou, desde 2019 até semana passada, quase R$ 2,6 milhões em alimentação nos jatos de transporte presidencial. Também querem saber as razões de o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro participar das comitivas internacionais do pai.

Os gastos com catering dos voos presidenciais foi levantado pelo deputado Elias Vaz (PSB-GO). Pelas contas que fez, em três meses de 2022 foram desembolsados R$ 202.836,37.

Sobre a presença do filho 02 de Bolsonaro em viagens ao exterior, o líder da minoria na Câmara, Alencar Santana Braga (PT-SP), solicitou ao Supremo Tribunal Federal investigação sobre a inclusão do vereador nas comitivas. "Nunca foi explicado à população brasileira qual a função oficial exercida pelo filho 02 do chefe do Executivo Federal nas viagens", salienta a petição. (CN)

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE