Ministra nega arquivar inquérito

Correio Braziliense
postado em 31/03/2022 00:01

A ministra Rosa Weber, do STF, negou o pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, para arquivar a investigação contra o presidente Jair Bolsonaro por suposta prevaricação no caso Covaxin. A magistrada rechaçou a alegação de que "não seria possível identificar a atribuição ao chefe de Estado do dever de ofício de reportar irregularidades de que teve ciência". Segundo Rosa Weber, "ao ser diretamente notificado sobre a prática de crimes funcionais (...), ao presidente da República não assiste a prerrogativa da inércia nem o direito à letargia". Ela mandou os autos de volta à PGR "para as providências que
reputar cabíveis".

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE