Fiscalização é necessária

Raphael Pati*
postado em 06/04/2022 00:01
 (crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press)
(crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press)

Depois de participar de oitiva na Comissão de Educação do Senado, ontem — na qual três prefeitos confirmaram as denúncias de corrupção envolvendo o Ministério da Educação —, o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) afirmou que as denúncias de corrupção na gestão do ex-ministro Milton Ribeiro são "graves e merecem fiscalização".

"É muito ruim para a educação. Nós já estamos no quinto ministro (do governo Jair Bolsonaro). Temos problemas sérios. Por exemplo, houve corte no orçamento e foram cortados mais de R$ 700 milhões", comentou o parlamentar ao programa CB.Poder, parceria entre o Correio e a TV Brasília.

Titular da Comissão de Educação da Casa, Izalci ressaltou que a redução de verbas reflete, também, na educação infantil. Segundo ele, o Brasil tem mais de três mil obras de creches paralisadas. "São obras com 80% de andamento. Não tem sentido", disse.

O senador avaliou, também, o cenário eleitoral e demonstrou esperança em uma candidatura da terceira via, principalmente a do ex-governador João Doria. Na análise dele, a rejeição ao tucano não se deve à forma como conduziu o governo paulista e, sim, a uma antipatia por questões pessoais.

"É o melhor governo da história em termos de realizações e de crescimento. São Paulo cresceu o dobro que o Brasil. Tem três mil escolas em tempo integral, e uma série de investimentos foram feitos. Então, a rejeição não é ao governo, é pessoal", frisou.

*Estagiário sob a supervisão de Cida Barbosa

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE