CURTIDAS

Correio Braziliense
postado em 30/04/2022 00:01

Lula tenta pacificar três estados

Nos bastidores do XV Congresso do PSB, realizado em Brasília, o ex-presidente Lula se dedicou a tentar organizar os palanques de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, que ainda não estão totalmente resolvidos entre petistas e socialistas. E, em princípio, o mais difícil é o Rio de Janeiro. Lula conversou com o deputado Marcelo Freixo, pré-candidato a govenador, e concluiu que a tendência é mesmo a coligação ter dois candidatos ao Senado, Alessandro Molon, do PSB, e André Ceciliano, do PT.

Os socialistas consideram que não dá para abraçar a candidatura do petista ao Senado, muito ligado ao atual governador Cláudio Castro, do PL, partido de Jair Bolsonaro. O receio é de que Ceciliano acabe "escondendo" Freixo e fazendo campanha para a reeleição de Castro.

Campo minado

A campanha de Lula ainda quebra a cabeça para saber o que fazer no interior. É que nas pequenas cidades, os prefeitos estão de olho nas RP9. Muitos não têm sequer abertura para conversar com os petistas. A ordem, nesse caso, será tentar criar uma onda pela democracia.

Ajuda aí, Geraldo!/ O ex-governador do Maranhão Flávio Dino fez questão de abordar Geraldo Alckmin na convenção do partido (foto), a fim de ajudar na construção de uma candidatura única para o governo estadual. O PT vai de Fernando Haddad, e o PSB, de Márcio França.

Muita calma nessa hora/ Alckmin, já confirmado como pré-candidato a vice-presidente numa chapa encabeçada por Lula, e tarimbado na política, prometeu ajudar. Mas não garantiu sucesso.

Morde-assopra/ Jair Bolsonaro entrou no modo assopra, ao dizer que não quis "peitar" o Supremo quando concedeu a graça constitucional a Daniel Silveira. Sinal de que a corda da tensão entre os Poderes deu uma afrouxada.

Limão-limonada/ As críticas de Lula aos meios de comunicação, por terem, segundo ele, destruído a sua vida ao noticiarem as acusações feitas pela Lava Jato, foram lidas pelos políticos atentos como um sinal de que o "Lulinha paz e amor" ficou no passado.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE