Presidente de "mãos atadas"

Correio Braziliense
postado em 30/04/2022 00:01

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse ontem que está de "mãos atadas" em relação ao reajuste aos servidores públicos federais. Ele comentou o assunto em entrevista a uma rádio de Cuiabá. "Parece que desagrada a todo mundo [conceder o reajuste de 5%]. Nos dois últimos meses, a inflação passou de 3%, o negócio está pegando pesado para todo mundo", alegou o presidente. "No momento, é impossível fazer ajuste nesse sentido", acrescentou. Em nota, a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapfe) reagiu. "Em diferentes governos, a Polícia Federal conquistou avanços institucionais importantes. O atual governo, no entanto, se posiciona como exceção, fragilizando a instituição", afirmou.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE