Entenda o caso

Correio Braziliense
postado em 04/05/2022 00:01

As ações contra Kajuru foram movidas pelo senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO) e pelo ex-deputado Alexandre Baldy. O julgamento do caso começou em 2020, com o voto do então relator do processo, ministro Celso de Mello, que depois se aposentou. Na época, ele afirmou que a garantia constitucional da imunidade parlamentar, prevista na Constituição, é fundamental para viabilizar o exercício do mandato representativo. Em 2019, em uma série de publicações, Kajuru chamou Baldy de "vigarista", "office boy picareta". Cardoso foi chamado de "pateta bilionário", "inútil" e "idiota incompetente". Também foi acusado de usar o mandato para fazer "negócios".

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE