Cresce eleitorado no exterior

Correio Braziliense
postado em 10/05/2022 00:01

Os candidatos a presidente da República vão disputar neste ano um eleitorado significativo fora do país. Pela primeira vez, a chamada Zona Eleitoral Exterior ultrapassou a casa dos 600 mil eleitores cadastrados na Justiça Eleitoral, sendo, agora, maior do que a população apta a votar em estados como Roraima, Acre e Amapá. Até março, houve um aumento de quase 116 mil eleitores da comunidade brasileira no exterior desde maio de 2018, quando o Tribunal Superior Eleitoral concluiu o cadastro para as eleições naquele ano. Apesar do crescimento, esses eleitores costumam receber pouca atenção dos candidatos, principalmente por causa da dispersão no mundo. A Zona Eleitoral Exterior representa apenas 0,4% do total de pessoas com título regular no país: 148,3 milhões. Em maio de 2018, a comunidade de eleitores no exterior era de 487.472 pessoas. Agora, com dados até março, são 603.391. Um novo balanço deve ser divulgado até meados de julho.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE