PP tenta brecar eleição indireta em Alagoas

Correio Braziliense
postado em 11/05/2022 00:01

O PP entrou, ontem, com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular o novo edital de convocação da eleição indireta ao governo de Alagoas, marcada para domingo, na Assembleia Legislativa. O partido diz que os prazos para registro de candidaturas e julgamento de impugnações são curtos e pede a suspensão da eleição. Na segunda-feira, o ministro Gilmar Mendes impôs correções ao edital original, que foi republicado na mesma noite pelo presidente da assembleia, Marcelo Victor (MDB), com
as mudanças.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE