Memória

Serviços "particulares"

Correio Braziliense
postado em 14/05/2022 00:01

A ação do MPF diz que "Wal do Açaí" nunca esteve em Brasília e jamais exerceu função relacionada ao cargo de secretária parlamentar, tendo prestado serviços de "natureza particular" ao presidente Jair Bolsonaro, como "cuidados com a casa e com os cachorros" do chefe do Executivo no Rio. Além disso, ela cuidava de uma loja de açaí na região. Segundo a ação, Bolsonaro "atestou falsamente" a frequência dela no trabalho parlamentar. O processo ainda citou movimentação atípica nas contas bancárias da ex-secretária parlamentar, pois 83,77% da remuneração era sacada em espécie.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE