Fabio Wajngarten

Ex-secretário de Comunicação de Bolsonaro arruma briga com Adnet

Fábio Wajngarten usou as redes sociais para ironizar o humorista, que vem fazendo piadas com Jair Bolsonaro (PL)

Ana Mendonça - EM
postado em 19/05/2022 19:26
 (crédito:  Edilson Rodrigues/Senado/Tv Globo/Reprodução))
(crédito: Edilson Rodrigues/Senado/Tv Globo/Reprodução))

O ex-secretário especial de Comunicação Fábio Wajngarten usou as redes sociais, nesta quinta-feira (19/5), para ironizar o humorista Marcelo Adnet, pelas críticas em tom de piada que ele faz ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

Adnet vem fazendo piadas citando Bolsonaro em um programa no GloboPlay.

As brincadeiras acabaram repercutindo mal entre os bolsonaristas que, desde então, criticam o humorista pelos programas.

Wajngarten é um dos grandes críticos do humorista. Nesta quinta, ele questionou se Adnet iria fazer piadas com o caso do chefe de jornalismo da Tv Globo, que foi citado em um caso de corrupção.

“O Marcelo Adnet vai fazer piada com o tradicional 'humor do bem' sobre o chefe de jornalismo investigativo da Globo acusado de envolvimento em corrupção, desvios, comissões indevidas na área de saúde? Ou o ESG da Globo não permite piadas internamente? Vai ter Globo Reporter?”, questionou.

Adnet devolveu as ironias do ex-secretário. “Obrigado pela lembrança, Fá. Estou de licença paternidade, mas fico feliz por ser referência de humor para você. Abraços”, escreveu.

Em seguida, Wajngarten relembrou os casos de traição do humorista. Adnet já foi casado com Dani Calabresa. Ele foi flagrado traindo a ex-mulher no Rio de Janeiro. “Parabéns felicidades. Que a família só cresça. Virou pai da esposa ou da amante?”, questionou o ex-secretário.

Em resposta aos ataques de Wajngarten, o humorista pediu respeito pela filha.

“Hahaha que isso, Fá? Agredindo um pai de família às 13h? Sou pai da minha filha, uma menina que merece respeito. Não mexa com minha família, ok? No mais, mantenho a educação que você não tem. Não vou responder na mesma moeda da baixaria. É falta de educação com a família alheia”, finalizou.

Corrupção

A Tv Globo demitiu, nesta quinta-feira, Tyndaro Menezes após seu nome surgir numa investigação de corrupção do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ).

O jornalista, que estava há 30 anos na TV Globo comandando o núcleo de jornalismo investigativo da emissora, foi atrelado a um esquema de negócios suspeitos na área da Saúde que seria comandado pelo empresário Arthur César Menezes Soares Filho, conhecido como “Rei Arthur”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE