Repercussão

Apelo de Bolsonaro a Biden contra Lula é crime de traição, diz Randolfe

Pedido de ajuda teria ocorrido na última quinta-feira (9/6), durante encontro na Califórnia, Los Angeles, em meio à Cúpula das Américas

Cecília Sóter
postado em 12/06/2022 13:32 / atualizado em 12/06/2022 14:23
 (crédito: Jim Watson / AFP       )
(crédito: Jim Watson / AFP )

O líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede), usou as redes sociais nesse sábado (11/6) para repercutir o suposto pedido de ajuda de Bolsonaro a Biden para derrotar Lula nas eleições deste ano.

O site norte-americano Bloomberg noticiou que Jair Bolsonaro (PL) pediu ajuda a Joe Biden para se reeleger em 2022 e, consequentemente, derrotar Lula (PT) no pleito. O pedido teria ocorrido na última quinta-feira (9/6), durante encontro na Califórnia, Los Angeles, em meio à Cúpula das Américas.

De acordo com o portal, quando Bolsonaro abordou a questão eleitoral, Biden mudou de assunto.

No Twitter, o líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede Sustentabilidade), acusou o presidente de cometer um "crime de alta traição à pátria".

"Em qualquer lugar do mundo, pedir a intervenção de uma nação estrangeira em assuntos internos é crime de alta traição à pátria!", escreveu ele. 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE