Do editor

Sibele Negromonte
postado em 15/10/2020 17:34

Todos os anos, tradicionalmente, a Revista do Correio prepara uma reportagem sobre o Outubro Rosa, campanha na qual sempre nos engajamos e respeitamos por conta da importância e histórico de sucesso. Esta edição, porém, para mim, tem um significado ainda mais especial. Em março deste ano, recebi o diagnóstico de câncer de mama, graças a um exame rotineiro de mamografia, que fazia anualmente. A descoberta precoce e o acesso aos tratamentos mais modernos me deram não só qualidade de vida durante o tratamento, mas um ótimo prognóstico de cura. A repórter Renata Rusky ouviu especialistas e mostra como o avanço da medicina tornou-se um forte aliado da mulher nesta luta, que não é fácil, mas vem repleta de esperança de vitória. Também conheceu mulheres que passaram, ou passam, pelas terapias e compartilham a experiência. De tudo isso, fica a lição: informação é tudo e a prevenção continua mais que necessária.

Bom domingo e boa leitura!


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação