Casa

Como montar o cantinho da amamentação

Especialistas dão dicas de como criar um ambiente agradável e funcional, tanto para o bebê quanto para a mãe

Raquel Ribeiro*
postado em 09/05/2021 08:00 / atualizado em 09/05/2021 08:44
Uma mesinha de apoio sempre deve estar presente no cantinho da amamentação. Projeto da arquiteta Lorena Tomaz -  (crédito: Escritório Aquarela Arquitetura Infantil/Divulgação)
Uma mesinha de apoio sempre deve estar presente no cantinho da amamentação. Projeto da arquiteta Lorena Tomaz - (crédito: Escritório Aquarela Arquitetura Infantil/Divulgação)

Assim que deixa o útero da mãe, o quarto do bebê passa a ser o novo lar do recém-nascido. O cantinho da amamentação é um dos espaços centrais neste primeiro momento, pois é ali que mãe e bebê vão colecionar experiências juntos. “O cantinho da amamentação é de extrema importância para o quarto. Ele precisa ser reservado, porque a amamentação envolve olho no olho, é o momento de conexão da mãe e do filho. O bebê quer sentir o cheiro da mãe, ouvir o coração dela, é isso que o acalma. E o ambiente tem tudo a ver com isso, porque se a mãe não estiver confortável, não vai ser bom para nenhum dos dois”, explica a arquiteta Lorena Tomaz, do Escritório Aquarela Arquitetura Infantil.

Para que o pequenino se sinta acolhido, é essencial que o espaço traga conforto e tranquilidade. “O ambiente precisa ser agradável, ter uma boa iluminação natural, boa circulação de ar, além de elementos que conectem a mãe com o bebê. Com esse propósito, eu sempre tento trazer o cantinho da amamentação, e o quarto como um todo, para os tons mais claros, neutros e pastéis”, detalha a arquiteta.

A designer de interiores e personal décor baby Ericka Sales, do Studio João & Maria, acredita que o cantinho da amamentação precisa ser agradável e também funcional. “Se pensarmos em uma escala de prioridade, esse espaço só perde para o berço. É o segundo lugar de maior destaque no quarto do bebê, por isso a importância de ser agradável. É preciso que a mãe e o bebê se sintam acolhidos, que tenham um sentimento de pertencimento, uma vez que é assim que as memórias afetivas são criadas.”

Espaço adaptável

Na hora de montar o espaço, é importante optar por uma poltrona que possa ser utilizada depois. Projeto da arquiteta Lorena Tomaz
Na hora de montar o espaço, é importante optar por uma poltrona que possa ser utilizada depois. Projeto da arquiteta Lorena Tomaz (foto: Escritório Aquarela Arquitetura Infantil/Divulgação)

Para a montagem do cantinho da amamentação, é importante pensar em móveis que possam ser reaproveitados à medida que o bebê cresce. Lorena aponta que os clientes têm desejado ambientes mais versáteis, com o objetivo de garantir custo-benefício. “Investir na decoração de um quarto com papel de parede e marcenaria planejada não é um custo baixo, então as pessoas não querem ter que gastar mais depois”, conta.

A profissional ressalta que um ambiente planejado traz muitos benefícios: “Se você faz um quartinho projetado pelo arquiteto, economizará, pois será orientado a fazer boas compras e escolher produtos que reaproveitará de alguma forma em algum momento, seja no quarto da criança, na brinquedoteca, seja em um espaço na sala para a criança ou a mãe ficarem”.

A designer de interiores Ericka Sales optou por exaltar o lado lúdico neste espaço
A designer de interiores Ericka Sales optou por exaltar o lado lúdico neste espaço (foto: Studio João &Maria/Divulgação)

Um elemento marcante no quarto do bebê é a poltrona de amamentação. Contudo, Lorena recomenda a escolha de uma que possa ser utilizada depois, para que não haja prejuízos. Ericka concorda que a poltrona de amamentação seja escolhida com carinho. “Hoje, os fabricantes já pensam nelas com um design mais interessante, que, muitas vezes, nem se caracterizam como uma poltrona exclusivamente de amamentação. Assim, é interessante escolher um modelo que se adapte a outros cômodos da casa.”

A designer aconselha, também, que o cantinho da amamentação tenha prateleiras para livros, pois, quando a criança crescer, o espaço pode se tornar o cantinho da leitura.

Como a fase da amamentação requer muito da mãe, Lorena ressalta que é essencial que ela sinta as necessidades contempladas nesse cantinho. “Tem que ser um ambiente que faça sentido para a mãe. Quando ela está amamentando, perde muita água, por isso sente muita sede. Logo, é bom ter um móvel de apoio para que possa apoiar água ou colocar livro, celular, objetos que precisam estar ali. Uma mesinha, um nicho na própria parede ou prateleiras cumprem bem essa função de suporte”, diz.

Já para acompanhar a poltrona, Ericka sugere uma banqueta ou um pufe de apoio para os pés. “Um tapete também é uma ótima pedida, pois traz aconchego, além de esquentar os pés da mamãe nas madrugadas.”

Ornamentos

Quadros na parede, pufe e mesa de apoio: elementos essenciais no espaço projetado por Ericka Sales
Quadros na parede, pufe e mesa de apoio: elementos essenciais no espaço projetado por Ericka Sales (foto: Studio João &Maria/Divulgação)

Quantos aos elementos decorativos, a arquiteta afirma que depende do gosto da mãe, mas elenca objetos que não podem faltar no espaço. Um deles é a luminária de parede ou decorativa, em formato de figuras, para trazer um ar lúdico. “De noite, não queremos que esse bebê desperte. Então, o ideal é que tenha uma arandela com uma meia-luz, bem baixinha, para não incomodar ou acordá-lo, e também não deixar ninguém muito agitado. Pois, além do bebê, a mãe estará sonolenta quando for amamentar.”

Prateleiras e quadros que combinem com o conceito do quarto são outros itens indispensáveis que devem figurar nas paredes. “É importante pintar a parede com tons agradáveis, que tragam tranquilidade”, acrescenta.

Simplicidade, tranquilidade e aconchego devem ser pensados na hora de criar o cantinho da amamentação. Projeto de Ericka Sales
Simplicidade, tranquilidade e aconchego devem ser pensados na hora de criar o cantinho da amamentação. Projeto de Ericka Sales (foto: Studio João &Maria/Divulgação)

Ademais, Lorena sugere colocar tendas de teto e bolinhas de luz nas paredes para conferir um charme ao ambiente. E para delimitar o espaço, recomenda o uso de tapetes. Mas faz um alerta: “É importante tomar cuidado com o tipo de tapete, pois pode provocar alergia ao recém-nascido. O que facilita é que hoje a maioria dos tapetes infantis são antialérgicos, laváveis e também não escorregam, dando segurança para as crianças”. Para Ericka, a mamãe também pode brincar com mantas, almofadas e cestos.

Dicas preciosas

- Evite que a poltrona fique próxima à janela, principalmente se não houver grade ou rede de proteção.
- Os móveis como um todo devem ter quinas arredondadas para evitar acidentes. No caso do cantinho de amamentação, a atenção especial deve ser dada para a mesinha de apoio.
- Evite abajur de piso ou sobre a mesa, caso esse espaço seja pensado para aproveitamento da criança maiorzinha, pois pode causar acidente.
- Pensando na funcionalidade e circulação do espaço, é interessante que o cantinho da amamentação fique próximo ao berço/cama.

*Fonte: Ericka Sales, designer de interiores do Studio João & Maria

*Estagiária sob a supervisão de Sibele Negromonte

  • Na hora de montar o espaço, é importante optar por uma poltrona que possa ser utilizada depois. Projeto da arquiteta Lorena Tomaz
    Na hora de montar o espaço, é importante optar por uma poltrona que possa ser utilizada depois. Projeto da arquiteta Lorena Tomaz Foto: Escritório Aquarela Arquitetura Infantil/Divulgação
  • Quadros na parede, pufe e mesa de apoio: elementos essenciais no espaço projetado por Ericka Sales
    Quadros na parede, pufe e mesa de apoio: elementos essenciais no espaço projetado por Ericka Sales Foto: Studio João & Maria/Divulgação
  • A designer de interiores Ericka Sales optou por exaltar o lado lúdico neste espaço
    A designer de interiores Ericka Sales optou por exaltar o lado lúdico neste espaço Foto: Studio João & Maria/Divulgação
  • Simplicidade, tranquilidade e aconchego devem ser pensados na hora de criar o cantinho da amamentação. Projeto de Ericka Sales
    Simplicidade, tranquilidade e aconchego devem ser pensados na hora de criar o cantinho da amamentação. Projeto de Ericka Sales Foto: Studio João & Maria/Divulgação
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE