Beleza

Com ou sem pelos? Mulheres lutam para exibi-los sem sem julgamentos

Movimento contra a imposição sofrida pelas mulheres de sempre estarem depiladas ganha força nas redes sociais. Dermatologistas falam sobre a função dos fios

Tayanne Silva*
postado em 13/06/2021 08:00
Miley Cyrus, atriz norte-americana, já apareceu com pelos nas axilas -  (crédito: Reprodução/Instagram)
Miley Cyrus, atriz norte-americana, já apareceu com pelos nas axilas - (crédito: Reprodução/Instagram)

Dependendo da localização em que se encontrem, os pelos têm diferentes funções. Os fios de cabelo, por exemplo, funcionam como uma barreira protetora contra os raios solares e os dias frios. Os cílios, as sobrancelhas e os pelos das narinas cumprem papel tão fundamental, que não devem ser retirados. Em algumas áreas, como virilha, buço e axilas, convencionou-se que apenas as mulheres devem retirá-los. Mas um movimento que tem ganhado força nas redes sociais e ecoado nas vozes de celebridades defende que elas têm o direito de manter os pelos como bem entendem.

A não depilação dessas áreas, porém, ainda gera muita polêmica. Para muitos, o primeiro pensamento que vem à mente ao ver pelos em mulheres é a falta de higiene ou a sensação de sujeira. Atrizes como Bruna Linzmeyer e Jessica Ellen já sofreram críticas e, em postagens nas redes sociais, responderam que a depilação é uma imposição estética. O protesto delas ecoa em muitas mulheres, que não só concordam como lutam contra a imposição.

A atriz Bruna Linzmeyer costuma responder a seguidores que criticam os seus pelos
A atriz Bruna Linzmeyer costuma responder a seguidores que criticam os seus pelos (foto: Reprodução/Instagram)

Perfis no Instagram, como @Mulheresadultastempelos, com mais de 24 mil seguidores, divulgam a ideia de que é natural ter pelos e eles não são nojentos. “Não é questão de higiene, é uma convenção social. Foi designado pela sociedade que a mulher não poderia ter pelos no rosto ou nas axilas, por exemplo. As pessoas se cobram muito mais de uma maneira estética. Não retirá-lo não causa problemas de saúde”, garante a dermatologista Fernanda Porphirio, especialista em estética.

O movimento é internacional. Madonna, Beyoncé, Miley Cyrus, Penelope Cruz, Julia Roberts são algumas das artistas que aderiram a não depilação. Influenciadoras, como Joanna Kenny e Nova Galaxia, entraram na onda e fizeram postagens sobre o assunto.

Evolução e higiene

Influenciadora digital do Reino Unido, Joanna Kenny mostra com orgulho o buço
Influenciadora digital do Reino Unido, Joanna Kenny mostra com orgulho o buço (foto: Reprodução/Instagram)

A dermatologista faz um retrospecto histórico. “Com o passar dos anos, o ser humano foi perdendo uma quantidade grande de pelos, mas, no início, eles tinham uma função de termorregulação, principalmente no inverno.” Fernanda Porphirio reforça, porém, que, em algumas regiões, a barreira protetora ainda se faz necessária. “Os cílios evitam que entrem ciscos nos olhos ou qualquer outro tipo de partícula que possa incomodar. O pelo das narinas ajuda a filtrar as impurezas do ar e as sobrancelhas não deixam o suor escorrer para os olhos.”

Os pelos em si não têm mau cheiro. Em algumas regiões, porém, por ficarem abafados, há a facilidade de proliferação de fungos e bactérias, principalmente em áreas úmidas, como as partes íntimas e as axilas. “Essa proliferação entra em contato com o suor, e isso pode gerar o odor, mas ele não vem do pelo. Aparar os fios dessas regiões pode facilitar a limpeza, mas não é nada obrigatório. Na maioria dos casos, o banho diário já elimina o suor, que é a real fonte do mau cheiro”, enfatiza o dermatologista Daniel Cassiano, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Roberta Padovan, médica e pós-graduada em dermatologia, ressalta que o pelo tem a função de diminuir as assaduras na região da virilha, porém, hoje, o costume é retirá-lo. “Tudo está relacionado à higiene, mas conseguimos ter uma limpeza adequada das partes íntimas mesmo com pelos”, observa.

Retirada adequada

* Em áreas mais propensas a foliculite, o ideal é que você não arranque o pelo, mas que apare ou faça depilação a laser.
* Existem também os locais em que os fios não devem ser retirados, como no caso dos cílios e dos pelos das narinas e dos ouvidos — pode aparar, mas não devem ser retirados por completo.
* Na hora de depilar, o ideal é que você tenha todo o cuidado para que a lâmina não machuque a pele. Dica: umedeça com água morna, utilize sabonete ou uma loção de barbear, se for o caso de fazer a barba, e sempre troque a lâmina.
* Em relação às ceras, evite que esteja muito quente para não queimar a pele. Também tome cuidado com componentes que possam causar alergias, tanto na cera fria quanto na quente.
* Se você quer uma remoção mais prolongada dos pelos, eles podem ser retirados com uma depilação a laser, que é superindicada em áreas que têm muita foliculite, como axila, virilha e barba.

Fontes: dermatologistas Fernanda Porphirio e Daniel Cassiano

*Estagiária sob a supervisão de Sibele Negromonte

  • A atriz Bruna Linzmeyer costuma responder a seguidores que criticam os seus pelos
    A atriz Bruna Linzmeyer costuma responder a seguidores que criticam os seus pelos Foto: Reprodução/Instagram
  • Influenciadora digital do Reino Unido, Joanna Kenny mostra com orgulho o buço
    Influenciadora digital do Reino Unido, Joanna Kenny mostra com orgulho o buço Foto: Reprodução/Instagram
  • Nova Galaxia, influenciadora dos EUA, sofre de síndrome do ovário policístico, que aumenta quantidade de pelos, que ela faz questão de manter
    Nova Galaxia, influenciadora dos EUA, sofre de síndrome do ovário policístico, que aumenta quantidade de pelos, que ela faz questão de manter Foto: Reprodução/Instagram
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE