Fitness & nutrição

Com que tênis eu vou? O calçado certo para cada tipo de treino

Muitos jovens têm ido à academia com calçados casuais de lona. Veja quais são as consequências de utilizar esse tipo de modelo para se exercitar e se há risco de lesões

Iara Pereira*
postado em 12/12/2021 08:00 / atualizado em 12/12/2021 17:28
Especialistas alertam sobre quais tipos de exercícios podem ser feitos com tênis de lona -  (crédito:  Carlos Vieira/CB)
Especialistas alertam sobre quais tipos de exercícios podem ser feitos com tênis de lona - (crédito: Carlos Vieira/CB)

Escolher um bom tênis é fundamental para quem pratica esportes de impacto. Conforto e firmeza nos pés são essenciais para um bom desempenho esportivo e para evitar lesões. O calçado é responsável por reduzir o impacto que as atividades físicas causam nas articulações dos membros inferiores e da lombar, além de garantir conforto durante as passadas.

Recentemente, algumas pessoas estão preferindo malhar com tênis casuais de lona, como os das marcas All Star e Vans. Mas você sabe se esses modelos são os mais recomendados para as atividades que são desenvolvidas? As consequências de utilizar um calçado inapropriado são possíveis lesões, desenvolvidas a médio e longo prazos.

Luiz Felipe Avalone, pós-graduado em fisiologia do exercício e professor na academia Bodytech, explica que os tênis de lona até podem ser usados na academia, mas o ideal é que esse tipo de calçado seja adotado em exercício de musculação, como agachamentos e levantamentos de peso, pois são atividades que exigem bastante estabilidade nos pés.

"Por ter o solado mais uniforme e fino em comparação com os tênis de corrida, o All Star, por exemplo, ajuda e aumenta a estabilidade, porém esse calçado não é ideal para fazer outros tipos de atividades dentro da academia. Exercícios que tenham impacto, como correr na esteira, exigem um amortecimento extra. As pessoas não podem utilizá-los em qualquer tipo de exercício", enfatiza o professor.

Avalone acrescenta que, muitas vezes, os mais jovens adotam esses tênis casuais na academia por questão de moda. Mas, no geral, ele percebe o uso feito de maneira correta, para exercícios de musculação. O que é bom, segundo o professor, pois isso proporciona uma vantagem mecânica para quem se exercita, além de melhorar a performance.

"As pessoas costumam achar que os tênis comuns de treino e corrida são ideais para fazer qualquer tipo de atividade física, e não é bem assim. Os de corrida são feitos para um fim específico, porque o amortecimento extra, o formato do solado, tudo isso foi feito para uma atividade em que o corpo precisa dissipar energia para diminuir o impacto causado na coluna. Mas esse amortecimento extra, em outras atividades, principalmente a musculação, acaba atrapalhando, porque gera instabilidade e trazem riscos às articulações", esclarece.

Descobrindo por acaso

 07/12/2021. Crédito: Carlos Vieira/CB/D.A. Press. Brasil. Brasilia-DF. Revista.  Fitness. Qual o melhor calçado para utilizar na academia? Isabela Coelho e Brunna Bertoldo, alunas da academia BodyTech, fazendo atividades com tênis all star e de corrida.
07/12/2021. Crédito: Carlos Vieira/CB/D.A. Press. Brasil. Brasilia-DF. Revista. Fitness. Qual o melhor calçado para utilizar na academia? Isabela Coelho e Brunna Bertoldo, alunas da academia BodyTech, fazendo atividades com tênis all star e de corrida. (foto: Carlos Vieira/CB)

Brunna Bertoldo tem 25 anos, é engenheira ambiental e está matriculada na academia há cinco meses. Ela conta que começou a utilizar tênis casuais na academia por uma questão de rotina. Como não conseguia voltar para casa antes de fazer seus treinos, precisava usar o calçado que tinha à disposição.

"E eu não costumo fazer exercícios aeróbicos na academia, então, para mim, é mais tranquilo. Pratico somente musculação e utilizo alguns equipamentos, mas nada de corrida ou bicicleta", diz Brunna.

Ela acrescenta que, apesar de ter descoberto por acidente, utilizar um tênis sem amortecimento melhorou o desempenho das atividades que vem praticando.

Buscando orientação

A química Isabela Coelho, 22, relata que descobriu a prática de adotar tênis de lona pesquisando na internet: "Eu comecei a usar, na verdade, porque reparei que, com um tênis de mola, meu pé ficava desestabilizado. E quando busquei na internet algumas orientações com pessoas que já se exercitam há mais tempo, elas falaram que é bom usar um tênis com a sola retinha, porque deixa o pé estabilizado. Quando testei, reparei que realmente é bem melhor para fazer esse tipo de exercício", conta.

Na academia, Isabela recebeu a confirmação dos professores e um incentivo para seguir utilizando os tênis de sola reta para realizar exercícios de musculação que demandam uma base mais estável. Mas, para as atividades de cardio, que envolvem saltos e corridas, a aluna continua adotando os calçados com maior amortecimento.

O que dizem os médicos?

Mas nem tudo é tão simples assim. Henrique Mansur, ortopedista especialista em cirurgias de pé e tornozelo, recomenda que, antes de dar início a uma nova rotina de exercícios físicos, seja realizada uma avaliação médica. Os fatores levados em consideração por um especialista para decidir qual o calçado ideal para a atividade física desenvolvida são: o tipo de pisada do paciente, se há presença de alguma deformidade nos pés, a atividade física que a pessoa vai desenvolver e em qual terreno vão ocorrer as práticas.

"Quando a pessoa estiver em uma academia, fazendo exercícios de musculação, principalmente equipamentos em que o aluno permanece sentado, movimentando apenas os braços, não há problema utilizar tênis sem amortecimento, pois a atividade gera menos estresse nos pés e na coluna", diz o médico. Mas ele alerta "Em treinos como crossfit, que tem muitos exercícios com mudança de direção e saltos, é importante que o calçado tenha algum nível de amortecimento. Nada em excesso, para não tirar a estabilidade da pessoa e deixá-la exposta a lesões, mas o tênis ainda precisa proteger as articulações, então um especialista pode indicar a melhor opção."

O ortopedista segue esclarecendo que, ao utilizar os calçados inapropriados para a atividade física praticada, uma pessoa pode desenvolver lesões por impacto excessivo nas articulações. A médio prazo surgem dores articulares nos tornozelos, nos joelhos, nos quadris e na coluna lombar. Com o tempo, esse excesso de impacto pode se desenvolver em uma tendinite ou em uma fratura por estresse. E a utilização de um tênis inadequado pode gerar traumas como torção de tornozelo e de joelhos por perda de estabilidade.

Além disso, Henrique Mansur chama a atenção para a provável deterioração dos calçados. Segundo ele, estar atento ao desgaste do tênis é tão importante quanto utilizar o equipamento ideal. "E na presença de algum sintoma, como dor ou edema, o aluno deve interromper a atividade física e procurar um profissional para que seja realizada uma avaliação. Isso definirá se existe alguma sobrecarga ou alguma lesão, e indicar quais atitudes o paciente pode tomar para que não ocorra uma piora do caso."

*Estagiária sob a supervisão de Sibele Negromonte

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE