Beleza

Botox x preenchimento facial: qual a melhor opção?

Engana-se quem pensa que os procedimentos estéticos têm a mesma finalidade. Descubra as suas diferenças, contraindicações e cuidados necessários

por Letícia Mouhamad*
postado em 10/04/2022 00:01
 (crédito: Arquivo pessoal )
(crédito: Arquivo pessoal )

Postagens de influenciadoras no Instagram e capas de revistas sobre celebridades exibem com frequência rostos saudáveis e sem grandes marcas de expressão. Entre admiração e surpresa, muitas leitoras se perguntam como é possível manter a pele com aparência jovial, mesmo com o avanço da idade.

Sabe-se que cumprir uma rotina de cuidados, em especial ligados à alimentação e à proteção da pele, é fundamental, mas existem substâncias que visam suavizar possíveis incômodos em relação à aparência, entre eles a toxina botulínica e o ácido hialurônico, que, ao contrário do que muitos imaginam, têm finalidades distintas.

A toxina botulínica tipo A — conhecida popularmente como botox, nome da marca comercializada pelo Laboratório Allergan — tem o objetivo de tratar rugas de expressão, ocasionadas pelos movimentos do rosto, além de contar com fins terapêuticos que visam aliviar dores de cabeça, sudorese excessiva, espasmos e bruxismo.

Quando aplicada no músculo, a toxina promove o seu relaxamento, diminuindo a contração muscular e amenizando linhas de expressão, deixando-as com aspecto mais leve e suave. Conforme explica a médica dermatologista Sayuri Yuge, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, os locais que normalmente recebem a substância são a região frontal da testa, o espaço entre as sobrancelhas, para tratar a chamada "ruga de bravo", e a área dos olhos, onde ficam localizados os "pés de galinha".

Já o preenchimento facial consiste na aplicação de ácido hialurônico na pele, objetivando preencher, sustentar, dar volume e embelezar o rosto. Além disso, atrai água para o local, melhorando a hidratação, e estimula a produção de colágeno. As substâncias hidroxiapatita de cálcio e policaprolactona também podem ser usadas nesse procedimento, comumente realizado na região das olheiras e nos lábios.

Carina Nogueira, médica dermatologista do Hospital Santa Lúcia, lembra ser necessário, antes de cogitar realizar os tratamentos, considerar as contraindicações, que em ambos os procedimentos incluem: hipersensibilidade à substância, distúrbios de coagulação, aplicação em locais com doença ativa ou infecções, pacientes grávidas ou lactantes, doença autoimune em atividade e paciente com transtorno dismórfico corporal.

No caso da toxina botulínica, a contraindicação engloba, ainda, pacientes com doenças neuromusculares, como miastenia gravis, doença autoimune que atinge as junções neuromusculares, e esclerose lateral amiotrófica, condição do sistema nervoso que enfraquece os músculos e afeta as funções físicas.

Além disso, é fundamental que as intervenções sejam realizadas por profissionais capacitados, que tenham conhecimentos da anatomia facial, técnicas apuradas e utilizem produtos de qualidade. Entre as complicações associadas à má aplicação da toxina botulínica estão a assimetria, os hematomas e o olho caído (ptose palpebral); enquanto no procedimento com ácido hialurônico pode ocorrer vermelhidão e inchaço persistentes, infecção local, oclusão arterial com necrose da pele e até cegueira, alerta Carina Nogueira.

Após o botox, recomenda-se não massagear o local, evitar deitar nas quatro horas seguintes e não fazer atividade física durante dois dias. No caso do preenchimento, aconselha-se, também, não massagear o local e contatar o profissional responsável se observar quaisquer mudanças de cor e dor.

Detalhes que fazem a diferença

Para a professora da Secretaria de Educação Mônica Bueno e para a servidora pública do GDF Diana Rodrigues, o preenchimento facial e o botox tiveram papel significativo em suas vidas, tanto na melhora da autoestima quanto no alívio das dores de cabeça.

Mônica realizou os dois procedimentos. Inicialmente, procurou a dermatologista para cuidar de um melasma. Em seguida, optou pela toxina botulínica para suavizar as marcas de expressão no músculo localizado entre as sobrancelhas — conhecido como glabela. Satisfeita, passou a fazer a aplicação anualmente. 

"Os dois tratamentos podem ser realizados conjuntamente. É mito pensarmos que cada procedimento trará excessos. Podemos avaliar e tratar de modo personalizado cada rosto, ressaltando a beleza e mantendo a naturalidade", esclarece a médica Sayuri Yuge.

A naturalidade dos resultados foi o que mais chamou a atenção de Mônica, que sempre se preocupou com os cuidados com o rosto, mas desejava fazer as intervenções apenas em locais necessários. Já o preenchimento facial é realizado nos lábios e nos pontos de sustentação da pele, para tratar o "bigode chinês". "São detalhes que as outras pessoas não notam, mas que, para quem faz, é muito diferente e realmente ajuda demais na autoestima", relata.

Para Diana Rodrigues, os benefícios do botox vieram em dose dupla: para tratar as crises de enxaqueca e para suavizar as linhas de expressão na área dos olhos, pontos de tensão no rosto. Por também prezar pela naturalidade, a servidora temeu que os resultados ficassem artificiais, mas se surpreendeu com os efeitos da toxina: "Ninguém diz que eu já apliquei botox na face", garante.

Sobre a duração das intervenções, as dermatologistas explicam que, a depender do metabolismo de cada paciente, da técnica de aplicação e da dosagem do tratamento, a toxina botulínica dura de quatro a seis meses, enquanto o preenchimento com ácido hialurônico tem duração variável de um a dois anos.

* Estagiária sob a supervisão de

Sibele Negromonte

  • Mônica antes e depois do preenchimento labial
    Mônica antes e depois do preenchimento labial Foto: Fotos: Arquivo pessoal
  • Para a professora Mônica Bueno, os procedimentos estéticos contribuíram para a melhora na sua autoestima.
    Para a professora Mônica Bueno, os procedimentos estéticos contribuíram para a melhora na sua autoestima. Foto: Arquivo pessoal
  • Lady Gaga é uma das famosas que realizou o procedimento de preenchimento facial para aumentar o volume do queixo
    Lady Gaga é uma das famosas que realizou o procedimento de preenchimento facial para aumentar o volume do queixo Foto: Getty Images
  • A servidora pública Diana Rodrigues optou por realizar o botox pensando nos benefícios terapêuticos, mas os resultados estéticos também a surpreenderam
    A servidora pública Diana Rodrigues optou por realizar o botox pensando nos benefícios terapêuticos, mas os resultados estéticos também a surpreenderam Foto: Arquivo pessoal
  • Sabrina Sato e Luana Piovani são celebridades brasileiras que falam abertamente sobre os procedimentos estéticos que já realizaram no rosto
    Sabrina Sato e Luana Piovani são celebridades brasileiras que falam abertamente sobre os procedimentos estéticos que já realizaram no rosto Foto: Reprodução
  • Luana Piovani e Sabrina Sato são celebridades brasileiras que falam abertamente sobre os procedimentos estéticos que realizam no rosto
    Luana Piovani e Sabrina Sato são celebridades brasileiras que falam abertamente sobre os procedimentos estéticos que realizam no rosto Foto: Reprodução/Instagram
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE