CHINÊS

Xiaomi lança modelos Mi 10T e Mi 10T Pro por valores entre 5,5 mil e 7 mil reais

Com meses de atraso, os tão aguardados Mi 10T foram lançados nesta quinta, no Brasil. Para arcar com recursos pioneiros, aparelho chega com preços menos convidativos que de costume

Ed Wanderley
postado em 12/11/2020 14:42
 (crédito: Xiaomi/Divulgação)
(crédito: Xiaomi/Divulgação)

Lançado mundialmente em setembro, os novos aparelhos da Xiaomi, os Mi 10T e Mi 10T Pro, ainda não tinham sido disponibilizados no Brasil. O lançamento oficial se deu na manhã desta quinta-feira (12/11) em vídeo transmitido nas redes sociais. Com preços mais salgado que os demais modelos da marca, conhecida por sua vantajosa relação custo-benefício, os modelos chegam ao mercado brasileiro custando R$ 5.499 (Mi 10T, com 6GB de RAM e 128GB de armazenamento) e R$ 6.999 (Mi 10T Pro, com 8GB de RAM e 256GB de armazenamento).

A empreitada marca o aniversário de 10 anos da marca, cuja linha principal tem agora 10 modelos. "São 271 milhões de dispositivos conectados de maneira inteligente para trazer benefícios", começou falando o head de operações da Xiaomi no Brasil, Luciano Barbosa, sobre a chamada "internet das coisas", que tende a conectar de celulares a lâmpadas e que, em breve, permitirá controlar toda a sua casa remotamente. "Usamos de inteligência artificial para liberar a sua criatividade", continua, trabalhando o mote de lançamento do produto, que é o de expressão artística e criativa dos usuários. "Do Mi 1, lá atrás, há 10 anos, que estamos fazendo agora, com câmera de 8MP [...] e vindo agora com o Mi10T Pro, com 108MP".

Para fazer valer o preço, a marca pensou em adequações simples de design, a exemplo da solução de desbloqueio por biometria na lateral do aparelho, em vez de na tela (dando adeus às manchas de impressão digital) e investiu pesado no quesito que é queridinho dos brasileiro: a câmera. Ambos filmam em 8K de resolução, com a diferença é que a linha 10T tem câmera de 64MB e a linha 10T Pro chega a impressionantes 108MB.

"Para entender os 108 MP, por exemplo, a gente está lá no estádio, eu faço uma baita foto, mostrando toda a arquibancada, a galera maluca lá, e aí já está um quadro super legal; só que com uma foto de 108MP, ela tem um tamanho tão grande, uma resolução ótima, que eu posso abrir a foto, vou dando zoom e pego você lá, desesperado, [...] isso te abre várias possibilidades; você pode fazer outro enquadramento, pode procurar outras pessoas ali no meio para fazer uma foto dentro da foto...", sintetiza o gerente de marketing Rodrigo Takasaki. A câmera ainda promete zoom com qualidade com ampliação de 100x.

Mais do que resolução a Xiami tenta tomar a dianteira da estética das redes sociais, ainda que insista em fazer a "linha Apple" de mostrar filmes/comerciais filmados inteiramente com o aparelho. Devem cair no gosto do usuário a função foto clones, que usa inteligência artificial para colocar o usuário várias vezes num mesmo cenário em poucos cliques e sem necessidade de estabilização extrema, e a função time burst em vídeos com timelapse - agora disponível também na câmera frontal. Além disso, é possível capturar imagens em 33MP simultaneamente ao uso da filmadora em 8K.

Grande diferencial qualitativo, que deve chamar as concorrentes para a briga, é a qualidade das imagens noturnas. Apostando na longa exposição, o aparelho traz as funções lightpainting, para brincar com luzes em situação de escuridão total, e quatro variações de exposições, inclusive uma especificamente para luzes do céu estrelado, com direito ao riscado do movimento de rotação da Terra, criando imagens impossíveis de serem concebidas a olho nu, mas que devem agradar a quem aprecia fotografia, vídeos e, claro, gifs.

Os aparelhos funcionam com Android 10 MIUI 12, têm display de 6,67 polegadas, na resolução 2340 x 1080, possuem conectividade Wi-fi, GPS e suporte bluetooth, multimídia e videoconferência. Suas dimensões são de 165,1 x 76,4 x 9,33mm e ele pesa 218 gramas, com tripla cobertura de vidro gorilla glass. A bateria promete segurar 123 horas de música ou 20h de vídeos ou 14h de jogos ativos.

A marca diz que os aparelhos podem ser comprados na loja virtual Mi.com em todos os estados, bem como em São Paulo, em lojas físicas ou via o aplicativo Rappi. O aparelho está disponível nas cores cinza Lunar Silva, preto Cosmic Black ou azul Aurora Blue.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação