Clayton Sousa

Como assim, Ducati?

Correio Braziliense
postado em 23/09/2020 22:42
 (crédito: Ducati/Divulgação)
(crédito: Ducati/Divulgação)

Pilotar uma moto premium, no Brasil, não é para qualquer um. E, pelo jeito, continuará assim. A Ducati acaba de lançar a Nova Multistrada 950S por R$ 95.500 com motor bicilíndrico de 937cm3, 113cv de potência a 9.000rpm e 9,6 kgfm de torque a 7.500 rpm. O modelo também conta com controles de tração e potência, quick shifter, suspensão eletrônica, novo painel digital e vários outros equipamentos. Nesse mundo das big trails, é um dos modelos mais legais que tive a oportunidade de pilotar. A Multistrada 950S amortece com conforto as imperfeições, encontradas pelo caminho, e curva como uma esportiva. O preço, no entanto, me deixou assustado. Afinal de contas, quando a moto chegou por aqui, há três anos, ela custava a metade dos quase R$ 100 mil.

O Taos vem aí!

 (crédito: Volkswagen/Divulgação)
crédito: Volkswagen/Divulgação

O gostinho da liderança, no segmento dos SUVs compactos, com o T-Cross, empolgou ainda mais a Volkswagen. Tanto que ela confirmou o lançamento do Taos, o mais novo concorrente do Jeep Compass, para o dia 13 de outubro. Detalhes técnicos ainda não foram revelados. A montadora disse, apenas, que o modelo, com produção confirmada para a planta da Argentina, “será caracterizado por altos níveis de segurança, tecnologia e conforto, bem como um design moderno e motores e transmissões de última geração”. Cá entre nós, a VW está certa mesmo em investir nesse segmento. Apenas neste ano, mesmo com a pandemia, 290.417 SUVs, de todas as marcas, foram vendidos no Brasil.

Revolução para o trabalho

 (crédito: JAC/Divulgação)
crédito: JAC/Divulgação

A Jac Motors começou a vender a iEV330P — a primeira caminhonete média 100% elétrica do mundo. O modelo, capaz de carregar 800kg, é equipado com um motor, conectado diretamente ao eixo traseiro, de 150cv e 33,7kgfm. Com 320km de autonomia e emissão zero de poluentes, ela promete um custo de manutenção 6 vezes menor do que o de uma picape tradicional. Se os seus olhos brilharam com tudo isso e pensa em usar a caminhonete para o trabalho, faltou, apenas, o preço: R$ 289.900

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação