SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Operação da PF combate rede de pornografia infantil em 16 estados

Os alvos são suspeitos de trocarem e distribuirem fotos e vídeos com conteúdo que envolve crianças e adolescente. Investigação ocorre desde 2014

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/11/2016 09:01

Jacqueline Saraiva

Agentes federais cumprem 70 mandados judiciais em uma operação de combate a rede de distribuição de pornografia infantil. A ação, intitulada Deep Web, é a segunda fase da Operação Darknet e ocorre 16 estados brasileiros, na manhã desta terça-feira (22/11). A Polícia Federal (PF) investiga a participação de 67 pessoas na troca e distribuição de fotos e vídeos com conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

 

 

São cerca de 300 policiais nas ruas para cumprir as ordens judiciais nos estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Maranhão, Pará e Amazonas.

 

De acordo com a PF, durante as investigações foi antecipado o cumprimento de sete mandados judiciais, para evitar o possível abuso sexual de crianças no Paraná, Distrito Federal e Rio de Janeiro.

 

Desde 2014, quando foi iniciada a primeira da Darknet, a PF investiga usuários da Dark Web, identificado como um meio seguro para a divulgação de conteúdos variados de forma anônima. Neste tipo de ambiente virtual, o usuário que acessa a rede fica oculto já que o sistema impossibilita a identificação do ponto de acesso (IP). Segundo a PF, poucas operações tiveram êxito neste tipo de investigação, como o FBI, a Scotland Yard e a Polícia Federal Australiana.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade