SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Acidente aéreo com equipe da Chapecoense deixa ao menos 25 mortos

A aeronave que levava 81 pessoas - 72 passageiros e nove tripulantes - caiu na Colômbia na madrugada desta terça-feira (29/11)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/11/2016 06:41 / atualizado em 29/11/2016 11:11

Jacqueline Saraiva

Ao menos 25 pessoas morreram no grave acidente aéreo que envolveu o time da Chapecoense, de Santa Catarina. A confirmação oficial do número de mortos foi dada pelo prefeito de Medellín, Federico Gutiérrez Zuluaga, em comunicado à imprensa. A aeronave que levava 81 pessoas - 72 passageiros e nove tripulantes -  caiu na Colômbia na madrugada desta terça-feira (29/11). A equipe seguia para Medellin, onde iria disputar nesta quarta-feira (30/11) a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional da Colômbia.

 

O prefeito de La Ceja também confirmou o total de corpos identificados até o momento."Há cinco pessoas resgatadas e 25 cadáveres identificados em uma zona de acesso muito difícil", afirmou Elkin Osorio. 

 

Em comunicado postado no Twitter, a administração do Aeroporto José Maria Córdova informou que a aeronave, da companhia aérea Lamia, da Venezuela, de matrícula CP 2933, caiu na região da província de Antioquia. Segundo jornais locais, a aeronave com o time catarinense perdeu contato com a torre de controle às 22h15 (local, 1h15 de Brasília) e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín. Entre os passageiros estavam três ex-presidentes do time.

 

Equipes de resgate já estão no local. Segundo a administração do terminal, a aerononave caiu em uma região montanhosa de difícil acesso e as condições climáticas dificultam o acesso ao local, que só pode ser feito por terra. Alguns feridos já foram levados para hospitais da região.

 

A Aeronautica Civil da Colômbia informou em comunicado que a Força Aérea colombiana dispôs de um helicóptero para proceder com as buscas aos sobreviventes, além de prestar apoio com bombeiros, ambulâncias e toda rede hospitalar disponível no local. 

 

Pelo Twitter, o prefeito Federico Gutiérrez Zuluaga lamentou o ocorrido, afirmando que após o acidente todos os protocolos de emergência foram ativados e equipes de resgate foram enviadas ao local. "É uma verdadeira tragédia o que ocorreu esta noite. Lamentamos esta grande perda de vidas humans e expressamos toda a nossa solidariedade com os familiares, amigos e fãs da equipe Chapecoense. Estamos dispondo de toda a colaboração necessária, técnica e humana, para atender a este acidente"

 

Em nota oficial, a Conmebol suspendeu todas as atividades envolvendo a Confederação, inclusive a partida que estava marcada para quarta-feira às 21h45 (de Brasília) em Medellín deve ser adiada.

 

A Chapecoense emitiu uma nota. "Em função do desencontro das notícias que chegam das mais diversas fontes jornalísticas, dando conta de um acidente que transportava a delegação da Chapecoense, a associação esportiva, através de seu presidente Ivan Tozzo, reserva-se o direito de aguardar o pronunciamento oficial da autoridade aérea colombiana, a fim de emitir qualquer nota sobre o acidente. Que Deus esteja com nossos atletas, dirigentes, jornalistas e demais convidados que estão juntos com a delegação". 

 
 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade