SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Presidente da Fifa cancela agenda e irá a Chapecó para velório de vítimas

Gianni Infantino abre mão da final do Mundial Sub-20 feminino, em Papua Nova-Guiné, para prestar última homenagem às vítimas do acidente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/12/2016 11:01 / atualizado em 01/12/2016 16:32

Marcos Paulo Lima , Breno Fortes , Enviados Especiais /

Roman Kruchinin/AFP
 
Chapecó (SC) - Três meses depois de vir ao Brasil para um encontro com dirigentes sul-americanos e da CBF, em 4 de agosto, na sede da entidade máxima do futebol, na Barra da Tijuca (RJ), o presidente da Fifa, Gianni Infantino, estará no país novamente neste fim de semana para acompanhar o velório coletivo das vítimas do acidente com o voo da Chapecoense. 

A assessoria de imprensa da entidade máxima do futebol confirmou ao Correio, nesta manhã de quinta-feira (1°/12) que Gianni Infantino cancelou a viagem que faria para a decisão da Copa do Mundo Sub-20 feminina, entre Coreia do Norte x França, marcada para este sábado, em Papua Nova-Guiné.  

Assim que soube do acidente em Medellín, Gianni Infantino se pronunciou sobre a tragédia. “Este é um dia muito, muito triste para o futebol. Lamentamos muito o acidente com o avião na Colômbia, é uma notícia chocante e trágica. Neste momento, pensamos com as vítimas, suas famílias e amigos. A Fifa gostaria de expressar suas mais sinceras condolências aos fãs da Chapecoense, a comunidade do futebol e as organizações de mídia envolvidas no Brasil”.   
 
Além do dirigente máximo da Fifa, o técnico Tite da seleção brasileira também confirmou presença no velório coletivo.
 
 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade