Rio de Janeiro promove Dia D para vacinação de jovens de 9 a 14 anos

Ideia é imunizar jovens contra febre amarela, HPV quadrivalente, meningocócica C conjugada, difteria,tétano, hepatite B, sarampo, caxumba e rubéola

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/07/2017 10:36

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro realiza neste sábado (1/7) o dia D de vacinação para pré-adolescentes e adolescentes, de 9 a 14 anos. Mais de 200 unidades de Atenção Primária (clínicas da família e centros municipais de saúde) da cidade estarão abertas para verificar e atualizar a caderneta de vacinação desse público. Estarão disponíveis seis vacinas para aplicação de acordo com a idade e situação do paciente.


É importante que os jovens estejam com a caderneta de vacinação. Caso o adolescente tenha mais de uma vacina pendente, será aplicada a de maior prioridade para cada caso e agendado um retorno para a administração das demais.

Leia mais notícias em Brasil

Estarão disponíveis nos postos de saúde da prefeitura as seguintes vacinas: febre amarela, HPV quadrivalente, meningocócica C conjugada, dupla adulta (difteria e tétano), hepatite B e tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola).

O destaque dessa mobilização é a vacina contra o HPV, cuja procura é baixa no estado e no país. A vacina contra o HPV é dada em meninas de 9 aos 14 anos e em meninos, de 11 aos 14 anos. Em ambos os casos, a vacina é aplicada em duas doses com 6 meses de intervalo entre elas. O Papiloma Vírus Humano, ou HPV, é o vírus sexualmente transmissível mais prevalente em todo o mundo.

De acordo com a secretaria, desde o início da mobilização para a atualização das cadernetas, no dia 19 de junho, já foram realizadas 11.735 aplicações das vacinas disponíveis para os adolescentes. Foram elas: 5.629 de HPV, 3.539 da febre amarela, 1.904 da meningocócica C, 463 da dupla adulto, 121 da tríplice viral e 79 da hepatite B.

A ação vai até o dia 21 de julho, com vacinas disponíveis em unidades de Atenção Primária, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.