Estudantes de colégio militar exaltam Bolsonaro: "Salvador da nação"; vídeo

Parlamentar foi convidado a participar de formatura militar pelos alunos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/08/2017 16:51 / atualizado em 08/08/2017 16:58

Reprodução/Youtube


"Tenho audácia suficiente para convidar Bolsonaro". É assim que alunos do E.E. Professor Waldocke Fricke de Lyra, localizada em Manaus, convocam Jair Bolsonaro (PSC/RJ) para uma formatura militar. Em vídeo publicado no canal do parlamentar no YouTube, estudantes são organizados em nove filas e citam o deputado em diversos momentos do grito de guerra. 


Leia mais notícias em Brasil

A escola é uma das oito administradas pela PM no Amazonas, a partir de acordo com o governo estadual. Ao final do vídeo, uma jovem se dirige a Bolsonaro: "Gostaríamos que o senhor pudesse nos honrar com a sua presença em nossa formatura militar". Outra colega complementa: "Nosso convite deve-se a trajetória ética e o seu compromisso com a educação". 



Além do YouTube, o presidenciável compartilhou o vídeo em suas redes sociais. Ele classificou o convite como "irrecusável" e que se trata de "um exemplo de ensino a ser adotado em todas escolas públicas do Brasil". 

Em entrevista concedida ao jornal Folha de S. Paulo, o presidente do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana do Amazonas, Glen Wilde Freitas, comentou o episódio. "É igual ao que se fazia nas escolas alemãs dos anos 1930. Trata-se de uma doutrinação nazifascista de crianças e adolescentes", ressaltou.
 
* Estagiário sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Flavio
Flavio - 08 de Agosto às 21:02
Os concluintes têm o direito de convidar quem bem quiserem para a sua formatura. No caso, convidaram o Bolsonaro. Mil vezes melhor que convidar pederastas, ladrões, corruptos e outras degenerações morais e intelectuais que andam por aí.
 
Guilherme
Guilherme - 08 de Agosto às 20:21
Se Bolsonaro tivesse apreço pela educação, estudaria, para evitar de falar tanta besteira. Letrado ele até é, informado nunca. E isso se estende aos seus seguidores.
 
Pablo
Pablo - 08 de Agosto às 19:02
Direitos humanos morrendo de inveja, colégios militares não tem nada de nazista, pelo contrário, estudei em um e hoje sou grato pelo ótimo ensino e pelos corpo docente que era exemplar. Hoje sou um civil com um bom emprego graças a este colégio militar exemplo para o país, ensinou, deu cultura, civismo e dever.