Publicidade

Estado de Minas

Torcedor ateia fogo no corpo após derrota do time no Campeonato Brasileiro

Paciente não identificado está internado na Unidade de Queimados do Hospital da Restauração


postado em 09/11/2017 11:27 / atualizado em 09/11/2017 12:37

O Sport perdeu com um placar de 2x1 para o time carioca, jogando no próprio estádio, na Ilha do Retiro(foto: Roberto Ramos/Diário de Pernambuco )
O Sport perdeu com um placar de 2x1 para o time carioca, jogando no próprio estádio, na Ilha do Retiro (foto: Roberto Ramos/Diário de Pernambuco )

Está internado na Unidade de Queimados do Hospital da Restauração (HR), no Recife, um homem que ateou fogo ao próprio corpo na noite desta quarta-feira. De acordo com informações prestadas no posto policial do HR, o paciente seria um torcedor do Sport Club do Recife, que teria cometido a tentativa de suicídio após derrota do time para o Botafogo.

Segundo o chefe da Unidade de Tratamento de Queimados do Hospital da Restauração, Marcos Barreto, o paciente Severino Nascimento da Silva, de 54 anos, teve 15% da superfície corporal queimada. Quanto à gravidade da ação, o médico detalhe que a queimadura nas mãos atingiram o segundo grau profundo e, na face, segundo grau superficial.
 
O homem relata ter ficado atordoado com o resultado do jogo e discutido com a mulher. A ambulância chegou a Condado, na residência do torcedor quando ele já havia ateado fogo nas pernas, mãos e rosto.  Ele foi conduzido pela Polícia Militar (PM) para o HR, localizado no bairro do Derby, região central do Recife.

O Sport perdeu com um placar de 2x1 para o time carioca, jogando no próprio estádio, na Ilha do Retiro. O resultado colocou o rubro-negro na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série A.

Prevenção

Entre 2011 e 2016, o Brasil registrou 48.204 tentativas de suicídio, mais de uma ocorrência por hora. Os dados do Ministério da Saúde foram apresentados em setembro, durante o anúncio do governo para a implementação do Plano Nacional de Prevenção ao Suicídio, uma série de medidas que pretende diminuir 10% dos casos até 2020.

Um dos planos apresentados pelo ministério para ampliar o atendimento é a parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV), entidade que promove apoio emocional e prevenção de suicídios por meio de central telefônica, chat e e-mail. O serviço telefônico começou a ser implementado de maneira gratuita no Rio Grande do Sul em setembro de 2016, pelo número 188 - desde então, o número de atendimentos pelo CVV no estado aumentou 13 vezes em um ano, passando de 4.500 para 58.800. A partir do dia 30 deste mês, mais oito estados (MS, SC, PI, RR AC, AP, RJ e RO) também terá ligações gratuitas para o CVV - a previsão é que o país todo seja contemplado até 2020.

O ministério também vai distribuir materiais para informar jornalistas e a população em geral, com foco na identificação dos sinais de alerta e os corretos meios de se comunicar casos do tipo. Segundo os especialistas, é possível detectar comportamentos que possam indicar pensamentos suicidas, e também buscar ajuda a tempo, sem agravar a situação.

*Com informações do Diário de Pernambuco

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade