Publicidade

Estado de Minas FITNESS & NUTRIçãO

Se hidratar no carnaval garante energia para cair na folia sem preocupação

Cansaço, dor de cabeça, tontura, fraqueza, lábios ressecados: antes que algum desses sintomas apareça no meio da folia, pare tudo por um instante para dar vez à velha e boa água


postado em 11/02/2018 07:00

Um dos componentes essenciais para a sobrevivência e a saúde do homem, a água é também o principal integrante do sangue. Além de constituir mais de 60% do organismo humano, ela é fundamental para o transporte de substâncias, como o oxigênio, os nutrientes e os sais minerais, pelo sistema circulatório, explica a angiologista e cirurgiã vascular Aline Lamaita.

“A água também é encarregada de melhorar a filtragem e diluição do ácido lático, responsável pelas dores musculares após exercícios excessivos”, diz Aline. Nos dias de carnaval, portanto, quando se gasta mais energia, a atenção e os cuidados devem ser redobrados.

A eliminação de substâncias ocorre por meio da urina e da água do suor. Durante a folia, com o aumento da transpiração e também a ingestão de bebidas alcoólicas, que podem causar desidratação, deve-se beber muita água para manter o bom funcionamento do organismo, orienta a angiologista. O ideal, avisa, são 2 a 3 litros por dia, variando conforme o peso e as atividades de cada pessoa.

A recomendação chega no momento certo. Uma pesquisa do Ministério da Saúde, em 2017, mostra que Brasília é a quarta capital do país onde mais se consome álcool de forma abusiva. No ranking, a cidade fica atrás apenas de Palmas, Cuiabá e Salvador.

Sinais de alerta

“Quando há falta de água, alguns sinais e sintomas aparecem. Cansaço, dor de cabeça, tontura, desconforto intestinal, fraqueza, cãibras, que ocorrem por falta de eletrólitos (minerais como sódio, potássio, cloreto e bicarbonato), pele e lábios ressecados são alguns. Sentir sede já pode ser um sinal da falta de líquido no organismo. O melhor é prevenir”, diz Aline.

Daniel não abre mão da garrafinha: água o tempo todo, ainda mais nesta época, para
Daniel não abre mão da garrafinha: água o tempo todo, ainda mais nesta época, para "amenizar a ressaca" (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
O professor Daniel Oliveira, 24 anos, tem o hábito de viajar neste período. Ele aproveita para se reunir com a família e amigos, comemorar e beber uma cervejinha. “Eu sei a relevância de me hidratar, repor os nutrientes que são eliminados durante o dia. Quando estou tomando bebida alcoólica, sempre concilio a água com a cerveja, assim amenizo minha ressaca”, conta.

Durante a folia, com a animação, a eliminação de suor aumenta. A presidente da Associação de Nutrição do Distrito Federal (ANDF), Simone Cunha, esclarece que isso provoca uma perda significativa de água e sais minerais e pode levar à desidratação. Por esse motivo, é preciso consumir água ou água de coco entre uma bebida alcoólica e outra.

“Uma pessoa que se hidrata com frequência no carnaval é mais disposta, tem mais energia e sente menos desconforto. É importante evitar as carnes gordas, as frituras, as comidas pesadas, os fast foods, pois podem causar incômodos e atrapalhar a festa”, adverte Simone.

A dica é fazer refeições leves antes de sair para curtir a folia. “Frutas, salada e uma porção de carboidrato mais complexo, como pão integral, tubérculos — batata, batata-doce, mandioca, cará e macarrão —, carnes magras e suco de frutas com verduras formam o cardápio ideal”, diz Simone.

Dicas para o carnaval

  • Leve sempre a sua garrafinha de água para qualquer lugar.
  • Consuma frutas, pois são ricas em fibras, vitaminas e sais minerais.
  • Pera, uva, melão e melancia têm alto teor de água.
  • Outras boas opções são: água de coco, isotônicos e sucos naturais.
  • O consumo de bebidas alcoólicas deve ser feito com moderação e nunca com o estômago vazio.
  • Intercale bebidas alcoólicas com muita água.
  • Alimente-se durante a festa com alimentos leves, para repor a energia.

Fonte: Aline Lamaita, angiologista e cirurgiã vascular, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular

E depois da festa...

Os foliões, na maioria das vezes, abusam de bebidas alcoólicas. Isso pode provocar o hepatismo, uma alteração no funcionamento do fígado. A nutricionista Jamile A. Romão, consultora da Farmacotécnica Freire, revela o que se deve fazer para desintoxicar o fígado após os quatro dias de festa.
  • Hidratar-se bastante com água, chás — quentes ou gelados —, sucos à base de folhas verdes escuras e água de coco (possui minerais e baixa quantidade de açúcar e gordura).
  • Não adianta ingerir bebidas com grande quantidade de açúcares, corantes, conservantes, acidulantes (aumenta a acidez do alimento) e outras substâncias químicas. Isso só atrapalha e piora o processo de restabelecimento do funcionamento do corpo humano.
  • Sucos detox são indicados quando preparados com folhoso verde-escuro, uma fruta de baixo índice glicêmico, lascas de gengibre, limão e um vegetal, como cenoura, casca de pepino ou beterraba.
  • O fígado não fará o trabalho sozinho; é preciso seguir algumas restrições alimentares por um período, que pode variar de 21 dias a 3 meses, conforme cada caso.
  • Vitaminas do complexo B são muito importantes para restabelecer a função hepática, pois ajudam a eliminar substâncias tóxicas. Alimentos integrais, fibras, leguminosas auxiliam nesse processo.
  • Chás diuréticos e digestivos, como boldo, carqueja, dente-de-leão, alecrim, hortelã e gengibre, potencializam a limpeza do fígado.
  • Muitas vezes é necessária uma suplementação individualizada de vitaminas, minerais, aminoácidos e fitoterápicos. Somente um médico ou nutricionista pode avaliar.

De volta à rotina

Experimente o cardápio especial que Jamile Romão preparou para a quarta-feira de cinzas e turbine a reabilitação do seu organismo.
  • Café da manhã: suco verde + ovos mexidos com azeite ou óleo de coco, tomates, açafrão e orégano.
  • Lanche da manhã: melancia bem gelada e um chá de hibisco com canela.
  • Almoço: salada e peixe grelhado com uma porção de purê de batata-baroa ou de abóbora.
  • Lanche da tarde: suco verde.
  • Jantar: sopa detox.

Confira as receitas

Sopa detox

  • 1 litro de água
  • 1/2 maço de espinafre
  • 1/2 talo de salsão
  • 1/2 maço de escarola
  • 1/2 maço de salsa
  • 2 folhas de acelga
  • 1/2 abóbora japonesa
  • 1/2 couve-flor
  • 1 chuchu
  • 2 dentes de alho
  • Sal rosa
  • Azeite a gosto
  • Pimenta-do-reino a gosto
Modo de preparo
  • Em uma panela refogue o alho picado no azeite. Acrescente 1 litro de água e deixe ferver.
  • Em seguida, junte todos os outros ingredientes e misture bem.
  • Deixe cozinhar por cerca de 30 minutos em fogo médio. Quando os legumes estiverem macios, desligue o fogo e adicione o sal e a pimenta-do-reino.
  • Espere a sopa amornar, bata tudo no liquidificador e sirva polvilhando orégano e alecrim a gosto.

Suco detox

  • 1/2 xícara de couve picada (poderá ser substituída por agrião, rúcula, folhas de brócolis, espinafre).
  • Hortelã à vontade
  • 1 pedaço de aipo
  • 1/2 maçã com casca ou 1/2 kiwi ou 1 fatia de abacaxi
  • 1/2 limão cortado em pedaços (espremer o caldo e colocar a casca ralada)
  • 1 lasca de gengibre
  • 1 colher de café de guaraná em pó
  • 250ml de água ou água de coco ou chá de hibisco
Modo de preparo
  • Bater no liquidificador e tomar. Não precisa coar, nem adoçar.
  • Não faça em centrífuga, pois a presença das fibras é muito bem-vinda. Se não conseguir, coe, mas recoloque no copo de suco 1 colher de sopa do bagaço.

Sucos superpoderosos

A presidente da Associação de Nutrição do Distrito Federal (ANDF), Simone Cunha, aposta em água saborizada com termogênicos naturais, e sucos de frutas com vegetais para hidratar e nutrir o corpo com vitaminas e minerais.
  • Água de coco hortelã couve maçã — hidrata e garante sais minerais.
  • Beterraba laranja água de coco morango ou suco de uva açaí limão banana — para dar energia antes da folia.
  • Suco de uva (100ml) 2 paus de canela 1/2 litro de água.
  • Água com rodelas de gengibre, pau de canela e rodelas de laranja.

Aplicativo avisa

Criado para ajudar as pessoas a manter um regime adequado de hidratação, o aplicativo BTL FiT ME  mostra em quais momentos e qual quantidade de água deve ser ingerida. Ele também pode contar passos, indicar a temperatura do dia, calendário e fazer lembretes de consultas. Relatórios diários, semanais e mensais também estão entre as opções. O aplicativo já está disponível nas versões IOS e Android.
 
*Estagiário sob supervisão de Valéria de Velasco, especial para o Correio 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade