cidades df

Fim de semana trágico nas rodovias que cortam o Distrito Federal BRs 020, 040 e 070, que cortam o Distrito Federal, e a Estrutural registraram as mortes de cinco pessoas: três por atropelamento, uma após capotamento e outra por bater de frente em um poste de concreto

Juliana Boechat

Roberta Machado

Publicação: 31/01/2011 08:00 Atualização:

O Stilo preto conduzido pelo estudante Douglas Tavares Sol capotou na manhã de ontem na BR-020: sem cinto, motorista morreu no local (Rafael Ohana/CB/D.A Press)
O Stilo preto conduzido pelo estudante Douglas Tavares Sol capotou na manhã de ontem na BR-020: sem cinto, motorista morreu no local
Pelo menos cinco pessoas morreram no trânsito do Distrito Federal durante o fim de semana. Houve casos em que a tragédia ocorreu por ingestão de bebida alcoólica, imprudência do condutor ou do pedestre, ou excesso de velocidade. Um dos acidentes ocorreu na BR-020 e dois na BR-070 — das estradas federais que cortam o DF, são as duas que apresentam o maior número de acidentes fatais. Dois casos também ocorreram na Estrutural. Só no sábado, foram três óbitos, sendo dois por atropelamento. Ontem, dois acidentes deixaram dois mortos e um ferido. Vilmar Silva, 37 anos, foi atropelado às 10h20 de domingo, quando atravessava a BR-070 a caminho de uma parada de ônibus. O vendedor autônomo pretendia pegar uma condução para sua casa, em Brazlândia, após passar a noite em uma festa na expansão do Setor O, em Ceilândia.

Vilmar realizou a travessia acompanhado de seis pessoas, incluindo uma criança, mas somente ele foi atingido pelo Uno branco que seguia em direção a Águas Lindas. O pedestre ainda resistiu alguns minutos antes da chegada dos bombeiros, mas morreu no local. O motorista, também de 37 anos, foi levado para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC) com dores no braço.

Segundo o relato de colegas da vítima, Vilmar tinha problemas de visão e havia ingerido grande quantidade de álcool. O carro, que seguia em alta velocidade, não conseguiu desviar do homem. O grupo que o acompanhava ainda ressaltou que a passarela de pedestres mais próxima fica a cerca de três quilômetros do ponto de ônibus. “A gente ficou horrorizado. Depois que ele morreu, um monte de gente continuou atravessando por aqui”, contou a amiga Girlene Ribiero da Silva, 33 anos. O canteiro central na altura do Km 12 da via, onde ocorreu o atropelamento, costuma ser usado por motoristas que fazem o retorno sobre a grama.

O estudante Douglas Tavares Sol, 23 anos, também morreu no trânsito na manhã de ontem. Ele e o amigo Pedro Rany, da mesma idade, haviam passado a noite em uma festa em Planaltina, onde moram. Pouco antes das 6h, eles levaram o tio de Douglas para o trabalho, no Plano Piloto. O jovem voltou sem cinto de segurança e, pouco antes do acidente, atendeu uma ligação no celular. Testemunhas e amigos de Pedro contaram que o veículo seguia em alta velocidade na pista da direita da BR-020, quando um carro saiu do acostamento lentamente. Douglas percebeu que não teria tempo de impedir a colisão. O Stilo preto de placa JIO-8076/DF encostou no carro da frente e acabou capotando.

Testemunhas do acidente contaram que o carro capotou várias vezes até parar. Durante a capotagem, o corpo de Douglas foi arremessado para o asfalto, onde morreu poucos minutos depois. Pedro quebrou uma perna e machucou a cabeça, mas passa bem. Ao contrário do amigo, ele usava o cinto de segurança. “Ele devia estar andando muito rápido porque o carro perdeu o controle com o desnível da pista. O carro capotou entre 15 e 18 vezes. Em alguns lugares, o carro nem encostou no chão”, contou um dos amigos, que não quis se identificar.

Sábado
No último sábado, cinco acidentes deixaram três pessoas feridas e três mortas em diferentes pontos da cidade. Um dos mais graves ocorreu no Km 6 da Estrutural, próximo à entrada da cidade. O Siena vinho placa JGO-3103/DF, dirigido pelo estudante Zener Rodrigues, 18 anos, bateu de frente em um poste de concreto. O jovem sofreu três paradas respiratórias e foi levado com vida ao Hospital de Base, mas não resistiu aos ferimentos.

Em outro acidente, por volta das 7h45, Iraci de Carvalho Sousa, 35 anos, morreu atropelada por um Gol branco placa JGX-8133/DF, na BR-040. Segundo informações da 11ª DP, responsável pelas investigações, a pedestre calculou errado a distância do veículo e se arriscou na pista. Ainda pela manhã, o Peugeot branco, placa JFM-1153/DF capotou na BR-070, sentido Brasília. Os três ocupantes foram encaminhados o Hospital Regional da Ceilândia com escoriações e fraturas pelo corpo. O dia acabou com um acidente próximo à fábrica da Ambev, na Estrutural. Por volta das 18h15, um pedestre não identificado foi atropelado e morreu. O motorista fugiu sem prestar socorro.

Memória
Acidentes em 2011

» 26 de janeiro
A aposentada Raimunda Francisca Cardoso, 77 anos, morreu atropelada por um caminhão da Construtora Artec, que presta serviço para a Caesb. O acidente ocorreu em Ceilândia Centro. O condutor, Daniel Lino da Silva, 26 anos, prestou socorro à vítima e acionou o Corpo de Bombeiros, mas a mulher não resistiu.

» 17 de janeiro
Um sargento da Polícia Militar do DF morreu em acidente ocorrido na BR-020, próximo a Planaltina de Goiás. Róbson Lima de Jesus, 41 anos, conduzia um Fiesta que capotou na altura do trevo de entrada do município goiano distante 56 quilômetros de Brasília. O acidente ocorreu no sentido Planaltina-Sobradinho. O carro, placa JGO-1710/DF, saiu da pista antes da capotagem.

» 16 de janeiro
O zelador Moisés da Silva Melo, 27 anos, morreu atropelado na altura do viaduto que dá acesso ao Centro Cultural Banco do Brasil (CNBB), a cerca de um quilômetro da Ponte JK. A vítima voltava a pé de uma festa na Vila Planalto e foi atingida por um carro. Com o impacto, o corpo foi arremessado a quase 15 metros do local provável do acidente.

» 15 de janeiro
Na BR-020, que liga Brasília ao Nordeste, quatro pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida após uma caminhonete GM S10 e uma carreta colidirem de frente. A batida ocorreu no Km 5 da rodovia, próximo à entrada de Formosa (GO). Na caminhonete, apenas o motorista, Reginaldo Paulo Pereira, 39 anos, sobreviveu. Já a esposa de Reginaldo, Neusa da Silva Porto Pereira, 45 anos, e seus dois filhos, William Lucas Porto Pereira, 14, e Steffany Porto Pereira, 13, além Elinaide Maria dos Santos Matos, 33, amiga da família, morreram na hora.

» 13 de janeiro
Cinco pessoas perderam a vida em duas ocorrências na BR-020. Na primeira delas, um Kadett que seguia rumo a Planaltina invadiu o canteiro central e foi parar na pista de fluxo contrário, colidindo de frente com uma Kombi da Caesb na altura da ponte sobre o Córrego Fumal. Os três ocupantes do Kadett morreram na hora. Na Kombi, uma mulher que estava no banco do passageiro não resistiu. O único sobrevivente foi o motorista da van, Rômulo Fioretti, 42 anos. No mesmo dia, um motociclista perdeu o controle de sua moto e bateu em um ônibus na BR-020 — em frente ao condomínio Império dos Nobres, em Sobradinho. Ele morreu na hora.

» 12 de janeiro
O atendente de farmácia Afiton Jean Pires Martins, 24 anos, morreu após colidir sua moto, uma Honda vermelha de placa NGS-7139/GO, em um poste no Pistão Norte. O acidente ocorreu próximo ao Taguapark, em frente à QND 11, no sentido Estrutural .

» 10 de janeiro
Um acidente envolvendo um carro e um ônibus na BR-251, rodovia de ligação entre Brasília e Unaí (MG), matou o policial militar Wallex Rudney Ferreira, 21 anos. O relato do motorista do caminhão e as marcas deixadas na pista indicam que o condutor do Gol preto (JHI3224/DF) adormeceu ao volante e invadiu a contramão.

» 9 de janeiro
O serralheiro João Cardoso Veras Neto, 53 anos morreu atropelado pelo ônibus da Viação Satélite, placa JJB- 4258-DF, ao tentar atravessar a DF-001 — perto do balão de acesso ao Recanto das Emas. O acidente ocorreu a cerca de 60 metros de uma passarela. No mesmo dia, Anderson Gonçalves de Araújo, 31 anos morreu após capotar o Uno Mille placa KCZ-8958/GO, próximo à prainha do Gama, na DF-290. O acidente aconteceu na pista sentido Gama — Valparaíso.

» 6 de janeiro
Na BR-070, duas irmãs morreram no Km 19 da via, nas proximidades do posto de fiscalização tributária. As moradoras de Taguatinga Norte Edna Marques Silvestre Costa, 40 anos, e Edilene Marques Silvestre, 36, foram levadas ao Hospital Regional de Ceilândia, mas não resistiram. Segundo testemunhas, o Ford Ka placa JGA-1553/DF em que elas estavam tentou desviar de outro carro e se desgovernou. O automóvel capotou e bateu em um poste.

» 4 de janeiro
Lauzino Teixeira Coelho, 62 anos, morreu após o carro em que estava bater de frente com outro veículo no Km 25 da BR-070, entre Águas Linda (GO) e Girassol (GO). Outras três pessoas ficaram feridas. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, havia neblina no local, o que dificultava a visibilidade dos motoristas.

Esta matéria tem: (12) comentários

Autor: raquel raquel lourenço
Eu quero saber porque o pessoal de Brasília tem tanta pressa eu fico pasma.Vou jogar todos no trânsito da minha cidade (São Paulo) p/ sentir como é não poder sair do canto.Gente as ruas daqui são livres e tudo é tão perto vamos parar com isso e pensar na vida. | Denuncie |

Autor: Alan Cardeque
Existem centenas de fórmulas para se evitar acidentes de trânsito. Imprudência, imperícia e transgressões de regras de trânsito não ajudam. | Denuncie |

Autor: Alan Cardeque
A faixa do lado direito da BR020, sentido Planaltina está com sinais de desgastes. Nesta faixa o carro começa a ficar instável pois há AFUNDAMENTOS no asfalto. Outro dia comentei com a minha namorada que mais cedo ou mais tarde, um desses AFUNDAMENTOS jogaria um carro para fora da pista! | Denuncie |

Autor: nhdo ~ %u2126 ~
mais um ? | Denuncie |

Autor: Caroline Evaristo
Quantas vidas perdidas por pura imprudência dos pedestres e dos motoristas... | Denuncie |

Autor: Maxwilson Duarte
Nasce, cresce, fica, transa, fuma, cheira, envelhece e morre. | Denuncie |

Autor: ronaldo silva
NÃO QUERO AQUI FALTAR COM RESPEITO COM AS FAMILIAS DESTES JOVENS, MÁS ACONTEÇE QUE OS PAIS DESSES JOVENS PRESENTEIAM COM CARRÕES, É ELES SE ACHAM OS PODEROSOS,ALGUNS DIAS ATRÁS PASSOU UM GOLF POR MIN CHEIO DE PLAYBOI, NO MEU VELHO VECTRA É O CHAMOU DE LATA VELHA,PENSE ANTES DE HUMILHAR OS OUTROS. | Denuncie |

Autor: elias neves
TA NA HORA DA PRF, DER E DETRAN REALIZAREM SEUS CONCURSOS. AS VIAS ESTÃO VIRANDO PALCO DE GUERRA. | Denuncie |

Autor: ana fernandes
Morro de medo da BR 020. muito barbeiro. cortam pelo acostamento, alta velocidade, imprudencia. Não vejo nada demais na estrada. se os motorista tivessem mais tranquilidade não daria tanto acidente. Rapaz pagou com a vida, carro não é brinquedo. Motorista tem q ser educado. | Denuncie |

Autor: jose filho
Eu particularmente, gosto muito da minha vida, da minha familia, gosto do meu carro, da minha moto, procuro sempre respeitar os limites de velocidade das vias. É uma pena, tem muita gente que não gosta viver e ainda lasca a vida alheia. | Denuncie |

Autor: Ana Paula Reis
O trânsito tá cada vez complicado... | Denuncie |

Autor: Roger so
Não entendo: A "lei seca" não era evitar todas estas mortes?! Pelo menos foi esse peixe q as "autoridades" nos venderam. Cadê os milhões arrecadados em multas??odo esse dinheiro só dá pra colocar uma pessoa fantasiada, de vez enquanto, em faixa de pedestre fazendo "campanha educativa"?? VERGONHA!! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE


  • Últimas notícias
  • Mais acessadas