cidades df

Subsídio banca reajuste e evita greve dos rodoviários

Antonio Temóteo

Flávia Maia

Publicação: 13/06/2011 08:00 Atualização:

Para evitar a greve de motoristas e cobradores sem provocar aumento de tarifa, o GDF fechou ontem um acordo com os empresários que controlam o sistema de transporte público da capital federal. O aumento salarial de 8% dado à categoria será custeado por meio de repasses que o governo local fará às concessionárias para custear integralmente o Passe Livre e o transporte de portadores de deficiências. No início do ano, o Executivo havia conseguido aprovar na Câmara Legislativa mudanças na lei, o que reduziu de 100% para apenas um terço o subsídio às gratuidades. Agora, volta atrás e promete aumentar o repasse dos atuais R$ 2 milhões para R$ 9 milhões mensais. Após a nova proposta, os rodoviários decidiram em assembleia, na manhã de ontem, cancelar a greve prevista para esta segunda-feira.

Para concretizar o acordo, ainda será preciso aprovar um projeto de lei na Câmara Legislativa. Dessa forma, a Secretaria de Transportes encaminhará até amanhã a proposta aos distritais, em caráter de urgência, para alterar a norma em vigor. O acordo que evitou a paralisação de motoristas e cobradores foi costurada durante encontro no último sábado entre o secretário de Transportes, José Walter Vazquez Filho; o presidente do Sindicato dos Rodoviários, João Osório; e o presidente do Sindicato das Empresas de Ônibus, Wagner Canhedo Filho. A reunião na sede da secretaria durou 10 horas e foi marcada por um forte embate entre as partes. Só após muito desgaste, ameaças, intransigências e discussões se chegou a um consenso.

Na manhã de ontem, João Osório discursou para os mais de mil sindicalistas na sede da entidade, no Setor de Diversões Sul (SDS). Durante a assembleia, foi votada e aprovada por dois anos a proposta que aumenta imediatamente o salário dos rodoviários em 8%. O acordo também antecipa a negociação salarial do próximo ano. Em 2012, os rodoviários terão um reajuste salarial de 3% mais a inflação acumulada em 2011. Além disso, a categoria passará a ter planos de saúde e odontológico. A produtividade, também conhecida como meia viagem (horas extras feitas durante os horários de pico), será paga como hora adicional. Dessa forma, o salário dos motoristas passará de R$ 1.293 para R$ 1.396,44 e os ganhos dos cobradores, de R$ 675 para 729 (veja quadro com o resumo do acordo).

“Sem dúvida, essa foi uma conquista fantástica. Não imaginava que conquistaríamos um plano de saúde. Essa era uma reivindicação antiga, pois motoristas e cobradores sofrem com enfermidades causadas pelo trabalho excessivo e cansativo. Essa foi a melhor negociação de todos os tempos. É uma grande vitória”, comemorou o líder dos rodoviários.

O presidente do Sindicatos das Empresas de Ônibus, Wagner Canhedo Filho, explicou que só foi possível oferecer uma proposta aos rodoviários depois que o governo se dispôs a subsidiar o acordo. “Apesar disso, continuamos com a nossa defasagem de 62% (na tarifa), que precisa ser coberta com aumento ou subsídio do governo”, afirmou o empresário.

Novas regras
O secretário de Transportes, José Walter Vazquez Filho, admitiu que o serviço de transporte público prestado aos brasilienses está longe do ideal, mas espera que nos próximos quatro anos sejam gastos R$ 6 bilhões em melhorias no sistema. Vazquez também pretende encaminhar ao Legislativo, até o fim de agosto, um projeto de lei que passará a regulamentar a atividade das empresas de ônibus e o papel do governo nesse setor. Entre os principais pontos do texto, estão a possibilidade de se reajustar anualmente o preço das tarifas de ônibus e a criação de planilhas de custos que estarão disponíveis na internet para consulta dos usuários.

“A intenção do governo também é fazer toda a gestão (da Fácil) e estamos fazendo todos os esforços para isso. É claro que existe uma resistência dos empresários, mas estamos negociando. Existem investimentos feitos pelos permissionários de que o governo não pode se apropriar. Ficou acertado que, se eles comprovarem os investimentos, iremos auditá-los e, se realmente existirem, serão indenizados”, garantiu o secretário.

O governador Agnelo Queiroz comemorou o fim das paralisações dos rodoviários e prometeu centralizar o serviço de transporte público nas mãos do governo. O primeiro passo será a aquisição de aparelhos de GPS (Sistema de Posicionamento Global). Eles serão colocados nos ônibus e uma central monitorada pelo GDF controlará os horários e os percursos dos veículos. As datas para a chegada dos 1,2 mil novos ônibus e dos aparelhos de GPS ainda estão incertas, mas o processo de licitação levará no mínimo três meses para ser concluído. Com isso, os novos veículos não estarão nas ruas antes de seis meses. “Vamos ter que esperar os prazos legais”, justificou o governador.

Agnelo lembrou ainda que, na negociação de ontem com os permissionários, o governo conseguiu desvencilhar a data-base dos rodoviários do aumento de passagem. “A data-base dos rodoviários virou instrumento de chantagem dos empresários contra o governo. Jogam os rodoviários de greve para arrancar um aumento. A partir de agora, está desvinculado; as duas negociações ocorrerão em períodos diferentes”, afirmou.


Esta matéria tem: (57) comentários

Autor: raimundo lopes ferreira
porque a antt persegue a empresa de onibus monte alto em planaltina de goias? sera porque a passagem é mais barata e prejudica a rapido planaltina? ou o diretor da antt é valmir amaral? temos que mudar o nome da antt para anga: agencia nacional grupo amaral. | Denuncie |

Autor: raimundo lopes ferreira
a rapiodo planaltina não faz o percurso completo, pricipalmente a noite que as pessoas retornam, tem que se sujeitar ser assaltada porque os motoristas não fazem o trajeto completo.ajudem-nos mpu, por favor!a antt so sabe impedir que a monte alto circule em planaltina de goias, porque a passagem men. | Denuncie |

Autor: raimundo lopes ferreira
porque a antt defende a rapido planaltina?ministério publico,a rapido planaltina faz o que quer em planaltina de goias com os moradores, não respeitam e não fazem a linha pelo percurso, pois quem mora no setor leste tem que descer em outra via porque os onibus não fazem o setor leste por onde deveri. | Denuncie |

Autor: Marcelo Silva
É a "farra do boi" com dinheiro público. Esses empresários já devem 25 milhões ao GDF e agora ganharão mais ainda. Por isso que não abrem licitação pra ninguém. É tudo meu e ninguém tasca. Esse é o PT dos alienados. Acorda Brasília. Chega de maracutaia nessa terra. Ninguém agüenta mais. Socoooooro. | Denuncie |

Autor: marcus rodrigues
Ao invés de ficar dando incentivo aos "empresários" do transporte público, porque não cobrar as dívidas dos mesmos e reestruturar a TCB??? Isso é uma pouca vergonha... será que não tem nenhum honesto no GDF CLDF MPDF??? | Denuncie |

Autor: carlos moreira
Estava demorando para o atual governo PeTralha se vender à máfia dos transportes. | Denuncie |

Autor: Fábio Ribeiro
Isso tudo foi medo de peitar os donos das empresas de ônibus? Porque não licita todas essas linhas para trazer empresas novas ao DF? Mais uma vez o dinheiro que poderia ser usado em outras benfeitorias para população será usado para bancar esse subsidio. Absurdo. | Denuncie |

Autor: JACARÉ TEIXEIRA
A Sociedade de Brasília mais uma vez paga a conta da farra dos empresários de ônibus do DF. Esse (des) Governo de Agnelo "barrichello" Queiróz sob o pretexto de evitar uma greve, enche as bufas dos Canhedos e seus asseclas com esse acordo imoral, ilegal e que engorda. Fraga vai aquecendo q vai entrar | Denuncie |

Autor: Olmir Antonio de Oliveira
Assunto interno da cidade, do DF, mas como estão enfrentado problemas, de diversas ordens, caso precisem estejam certos que existem pessoas e empresarios de outras cidades que podem lhes auxiliar, sem subsidios, e com salários melhores, projetos, substituição total da frota, poderia ser bio100, abri | Denuncie |

Autor: Vingador do presente
SUBSÍDIO ??? AHAHAAH!!! É O IPVA , IPTU, ICMS ...QUE VC PAGOU PRA VER A CIDADE MAIS "BONITA" QUE ESTÁ INDO PRO BOLSO DOS EMPRESÁRIOS!!! MAIS UMA VEZ TOMA ZÉ POVINHO!!! AHAHAHAHAH | Denuncie |

Autor: Flavio S.
O povo reclama de tudo, Agnelo mexeu os pauzinshos e mostrou que ta ai. O GDF vai custear e nossas passagens de $3 não vão mais pra quase $5. Ou seja, tão reclamando de que, quando alguém ta errado precisa ser criticado, mas agente também tem que reconhecer os acertos e fazer elogios quando certos. | Denuncie |

Autor: Hildo Evaristo
João Osório, de grão em grão a galinha enche o papo. É pouco mas a categoria tem que entender que foi um "baita" avanço. Digo: Valeu este passo! | Denuncie |

Autor: Hildo Evaristo
Governo injetando dinheiro então fica a pergunta: e a contra-partida dos empresários? Ônibus sucateados!!! | Denuncie |

Autor: Cíntia Souza
De toda forma quem acabou pagando foram os passageiros, não aumentou a passagem e acabou tirando recursos dos nossos impostos. Porém agora tem que controlar estes passes estudantis porque já presenciei muitas pessoas usando indevidamente o cartão de alunos. | Denuncie |

Autor: Tatyana Luz
Com esse subsidio e este péssimo serviço que receberemos os turistas para as copas??? Mau serviço caro este! | Denuncie |

Autor: Tatyana Luz
Lamentavel... assim como o Edvandro pergunto e a Coopatram vai continuar reinando na irresponsabilidade em Planaltina?? Os rodoviários merecem o reajuste, mas o empresários não merecem o subsídio... Mais lucrativo que o transporte do DF com a passagem mais cara do país.. Vergonha! | Denuncie |

Autor: tania viana
A EMENDA FICOU PIOR QUE O SONETO.QUERO O IMPOSTO QUE PAGO INVESTIDO EM SAÚDE,EDUCAÇÃO E SEGURANÇA.NÃO EM TRANSPORTE CONCEDIDO PELO GOVERNO E MAL GERIDO POR EMPRESARIOS SEM COMPROMISSO NENHUM COM UM BOM ATENDIMENTO AO PÚBLICO.ESSE SUBSÍDIO SÓ EXISTE AQUI NO DF,VERGONHOSO ESSE PATROCINIO AS MAZELAS. | Denuncie |

Autor: sergio batista
Gostaria de saber se tem na lei que meus impostos tem que bancarr aumento do setor privado. | Denuncie |

Autor: sergio batista
Se a febre de pagar todos os aumentos com dinheiro público pegar. Não sei o que Brasilia irá se tornar. O Minist. Público deve agir com rigor. Mas confesso que duvido. | Denuncie |

Autor: eduardo lo
Agnelo so aparece pra receber as glorias, onde estava ele antes de tudo? | Denuncie |

Autor: eduardo lo
Chamem o Renato Alves, reporter do Correio para dizer a verdade dessa vergonha de acordo!!Eu ando de onibus e preferiria mil vezes ficar semtransporte a assinar um acordo INDECOROSO desses!!o Ministerio Publico Federal deveria investigar esse acordo!! | Denuncie |

Autor: Saulo Felipe Maia
A passagem vai aumentar. Todo mundo reclama. A passagem não vai mais aumentar. Todo mundo reclama. Os onibus estão sucateados. Todo mundo reclama. Vão trocar 1200 ônibus. Todo mundo reclama. Se for reclamar, pelomenos seja com uma justificativa pelamordeDeus. | Denuncie |

Autor: eduardo lo
E qual a contra partida desse acordo, o governo da 7 milhoes a esses parias, e o que eles dao em troca?!!continuar com esse sistema vagabundo de transporte e essa capital ainda acha que pode sediar um Campeonato Mundial de Futebol!!E muita palhacada!!Infelizmente eu moro nesta M... de cidade! | Denuncie |

Autor: mauro camargo
Parabéns ao Governador! q conseguiu evitar a greve dos rodoviários sem o aumento das passagens, alem de tomar o controle do sistema de passe livre dos empresários, acabando com as filas enfrentadas pelos estudantes, aos poucos vai botando ordem no caos do transporte publico de Brasília. | Denuncie |

Autor: Antonio Silva
Pelo menos agora os trabalhadores vão ter um pouco mais de dignidade para se locomover. Contudo, o GDF precisa fazer uma reforma completa no sistema. Brasília merece mais. | Denuncie |

Autor: eduardo lo
Ninguem mais acredita em tanta falacia!!Um governador comemorar o pagamento de 7milhoes de reais ao mes para empresarios que lesam descaradamente o erario do DF!!Ninguem mais acredita que 6 bilhoes serao investidos em 4 anos, GPS?!!o governo nao tem investir em GPS, compra detector de mentira !!! | Denuncie |

Autor: André Pelegrini
A Fácil, que de fácil só tem nome, é de três companhias de transporte, ou seja, eles fazem o que querem! Linha nenhuma faz o horário certo e o governo não tem controle nenhum sobre os concessionários! Isso é ridículo, tanto é q virou caso de polícia os ônibus piratas no DF. | Denuncie |

Autor: André Pelegrini
Existe uma mafia dos transportes no DF e q foi iniciada por Sr. Dr. Roriz e que nenhum dos governos posteriores teve peito para acabar com a farra! Todos sabem que o fim do DMTU, TCB só prejudicaram a população, é cartel nos postos e nos onibus! Gas. voltou a R$ 2,78 e tá todo mundo feliz sorridente | Denuncie |

Autor: Edirene ol
Como diria Boris Casoy " ISTO É UMA VERGONHA" | Denuncie |

Autor: Claudio Polonia
Isto é um circo chamado GDF, e os palhaços estão nas arquibancadas... | Denuncie |

Autor: Alan Cardeque
E frize-se: "GDF fechou ontem um acordo com OS EMPRESÁRIOS QUE CONTROLAM O SISTEMA DE TRANSPORTE público da capital federal." O circo está montado, e quem está no picadeiro somos nós. | Denuncie |

Autor: Sil
O GDF banca rodoviário. O passageiro vai continuar sendo maltratado? a passagem continua congelada? e os rodoviários mais uma vez têm aumento, já garantem o reajuste do ano que vem, pagamento de hora adicional. Só o rodoviário ganha e o passageiro se ferra. Blog da UNR = www.blogdaunr.blogspot.com | Denuncie |

Autor: Maurício Gebrim
Reunião entre Osório, Canhedo e secretário de transportes? Resultado: mais desvio de dinheiro público na cara dura. Mas uma vez a população e sindicatos dos funcionários não foram ouvidos e os marfiosos reunidos decidindo o que ou não fazer. Isso é Brasília! | Denuncie |

Autor: Sil
Como bem diz um comentarista os passageiros são levados e tratados pelos rodoviários como sacos de batatas e mesmo assim o GDF concede aumento acima da inflação, já garante aumento superior a inflação em 2013 e o passageiro vai continuar SIFU... Blog da UNR = www.blogdaunr.blogspot.com | Denuncie |

Autor: Éder Aquino
O povo paga duas vezes o péssimo transporte de Brasilia, uma vez com seus impostos doado pelos governo ao empresários do transporte e a outra paga todo dia na roleta esse é o novo governo da ética e da mudança, absurdo!! E as licitações para novas linhas e empresas ???? | Denuncie |

Autor: Éder Aquino
Mais um governo bancando o empresariado de transporte, agora abrir mais linnhas para outras empresas, nem pensar.....Ou seja, continuará tudo como antes....Transporte de Brasilia é uma vergonha nacional !!! | Denuncie |

Autor: Alan Cruz
Vocês querem o quê? O Presidente do Sindicato patronal tem tanto poder que ganhou a VASP de graça dos Ilustríssimos senhores Quercia e Fleury nos anos 80. Alguém tem dúvidas de quem manda de verdade? | Denuncie |

Autor: wagner andrade
Que legal! O governo banca com o nosso imposto o aumento salarial dos empregados das empresas de transporte "publico"... sem falar que eles tb nao pagam ipva... Assim é facil ser empresario! Dificil é para quem anda de onibus! | Denuncie |

Autor: geraldo de Farias Seabra
Acordo com a Máfia. Isso é o que fez o governador Agnello Queiroz, levando o contribuinte do DF a assumir obrigações não cumpridas pelos transportadores. O governo vai de mal a pior, em todas as áreas estratégicas: transportes, educação, saúde e segurança pública. Não foi pra isso que te elegemos, Ag | Denuncie |

Autor: gercina lima
Nao concordo no subsidio por parte do governo, as empresas de onibus de BSB tem um dos valores mais altos nas tarifas e nos ultinos anos aumentou muito o nº de passageiros, quem conhece um rodoviario sabe que em cada turno leve-se pelo menos 300 passageiros X 3 turnos, façam as contas. | Denuncie |

Autor: jucimar assis
Parabens Agnelo.Os empresários do tranporte do Df não têm mais capacidade de atuarem nesse setor.Nas mãos do governo vai melhorar. | Denuncie |

Autor: edvandro Barbosa
Gostaria de saber o que vai acontecer com a coopatran, que faz a linha do arapoanga e do vale do amanhecer, via plano piloto??? essa empresa não tem responsabilida, e agora senhor governador??? | Denuncie |

Autor: Carlos Wilson
Só espero que a população não seja a responsável por pagar este aumento através do reajuste das tarifas. | Denuncie |

Autor: JOAO PEREIRA
uai viraram funcionários públicos?!?!?! agora ganham salários bancados pelo governo, bagunçou tudo msm... | Denuncie |

Autor: Alessandro
E a integração das linhas, nada! | Denuncie |

Autor: george george antonio
ESTE GOVERNO SO PODE TER O RABO PRESO; LICITAÇÃO JA..PASSAGENS CARAS E ÔNIBUS SUCATEADOS.. | Denuncie |

Autor: Marcelo Rodrigues
Que maravilha, quer dizer, o Governo teve que tirar do próprio bolso e esses bandidos donos das empresas de ônibus não vão mover um 1 centavo. Que maravilha, isso só mostra quem realmente MANDA no transporte público no DF. Manda quem quer, obedece quem é "incompetente". | Denuncie |

Autor: André Luiz Silva
Muito positivo o aumento de salários para essa categoria sem aumentar a passagem e passar o ônus para o povo. Mesmo assim, o Governo não pode se curvar à máfia do transporte no DF... | Denuncie |

Autor: Saulo
o GOVERNO VAI DAR DINHEIRO PARA OS EMPRESÁRIOS DO TRANSPORTE. ENQUANTO ISSO OS HOSPITAIS FICAM PRECISANDO. | Denuncie |

Autor: André Mangabeira
defasagem de 62% na tarifa mais cara do país. Que mundo você vive seu canhedo ?? | Denuncie |

Autor: Jean souza
E o resultado: o povo paga a conta, serviço péssimo, governo omisso e submisso ; os empresários sanguessugas agradecem. E os policiais e bombeiros são obrigados a engolir essa situação: aumento no repasse do passe livre (subsídios) sem opção de meio de transporte. Esses têm que bancar por fora. | Denuncie |

Autor: Saulo
ajuda em campanha politica não é simplesmente uma ajuda, mas um investimento. Os empresarios deu uma ajudinha para receber agora do governo. | Denuncie |

Autor: Lilian Saldanha
Quando os motoristas de ônibus começarem a ver os passageiros como pessoas, que devem ser respeitadas e bem tratadas, pode ser que a população passe a acreditar que o aumento da passagem é justo. Só podemos exigir recompensa se fazemos algo para merecê-la! #ficaadica | Denuncie |

Autor: Hélio Feitosa
Enquanto os empresários devem 29 milhões para o GDF, o Governo decide dar para eles 9 mihões por mês, algo parece estranho nessa relação! | Denuncie |

Autor: Lilian Saldanha
Acredito que só podemos exigir melhores condições de trabalho se a atividade que desenvolvemos é feita com qualidade. Não é o que acontece no DF. Somos levados como sacos de batata, tratados pior que bichos dentro dos ônibus.E ainda querem que aceitemos que aumentar o valor da passagem é justo.Não é. | Denuncie |

Autor: Hélio Feitosa
Nessa história toda os empresários sairam ganhando e os usuários continuaram com metade da frota composta por ferro velho. | Denuncie |

Autor: Hélio Feitosa
Não há diferença entre dar subsídio e aumentar as tarifas, de qualquer forma é a população quem paga a farra do empresários do transporte. O GDF continua tratando um serviço essêncial como mera mercadoria. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.


  • Últimas notícias
  • Mais acessadas