cidades df

Novo Ponto de Encontro Comunitário no Cruzeiro homenageia Cássia Eller

Manoela Alcântara

Publicação: 02/09/2011 08:00 Atualização:

A praça, que já conta com equipamentos esportivos e de lazer, ainda não está concluída. Em breve, o local ganhará placa com o nome da artista  (Ed Alves/Esp. CB/D.A Press)
A praça, que já conta com equipamentos esportivos e de lazer, ainda não está concluída. Em breve, o local ganhará placa com o nome da artista

Os moradores do Cruzeiro ganharam, ontem, mais um Ponto de Encontro Comunitário (PEC), com aparelhos para ginástica e lazer. Esse é o terceiro espaço destinado à prática de atividade física na cidade, mas com um diferencial: será chamado de Praça Cássia Eller, em homenagem à cantora que morou 10 anos na região administrativa (veja memória). Foi no Cruzeiro que ela começou a apresentar suas primeiras músicas em bares e feiras, até ser conhecida nacionalmente. Localizado na Quadra 913 do Cruzeiro Novo, o PEC terá ainda um parquinho para as crianças brincarem enquanto os pais se exercitam, e mesas destinadas aos que gostam de jogar dominó ou baralho.

A praça é o primeiro espaço público a levar o nome de Cássia Eller em Brasília. A homenagem deixou a irmã da cantora emocionada. “Ficamos muito felizes em ver que, mesmo após 10 anos da morte dela, ainda há lembranças do trabalho. A Cássia gostava de morar em Brasília. No começo da carreira, tocava em bares no Cruzeiro e na Feira Permanente. No Elefante Branco, onde estudou, também fazia sucesso entre os colegas ao mostrar suas canções”, comentou Cláudia Eller, 47 anos. Moradora da região, Cláudia chegou à praça por volta das 9h, acompanhada pela irmã Carla Eller, 47, e pela filha, Paula Eller, 24, que toca bateria na Associação Recreativa Cultural Unidos do Cruzeiro (Aruc).
Michelle Fayad (E) comemora:
Michelle Fayad (E) comemora: "Teremos entretenimento comunitário"

A inauguração de ontem presenteou os moradores com 30 aparelhos de ginástica. O parquinho e as mesas serão construídas em breve. Dentro de 15 dias, o lugar receberá iluminação para favorecer aqueles que quiserem malhar à noite. Está prevista também a confecção de uma placa com o nome da cantora. “Já existia uma sala na Funarte em homenagem a ela. Mas, tratando-se de lugares destinados exclusivamente à comunidade, este é o primeiro. Vamos esperar um novo evento para a colocação da placa”, informou Cláudia.

Até o fim do ano, está prevista a construção de mais um PEC no Cruzeiro. Em 2012, serão instalados outros quatro. “Temos a maior concentração per capita de idosos da capital. Com a construção desses espaços, estamos respeitando a memória daqueles que saíram dos estados em que nasceram para fundar o Cruzeiro”, analisa o administrador da região administrativa, Salin Siddartha. Segundo ele, os espaços terão uma profissional de educação física para orientar aqueles que desejam se exercitar de forma correta. “Na Praça Cássia Eller, ela atuará todos os dias, das 8h às 10h e das 16h30 às 18h”, assegurou.
 (Ed Alves/Esp. CB/D.A Press)

Mudança de hábito
A população acredita que a praça será um marco para mudar a rotina local. “As pessoas aqui ficam muito tempo dentro de casa ou no trabalho. Com esse espaço, teremos entretenimento comunitário”, avaliou Michelle Fayad, 35 anos, moradora do Cruzeiro há 20. Ontem, ela levou o filho João Pedro, 7, e o sobrinho Lucca, 12, para se divertirem na praça. “É um lugar tranquilo e bom para fazer exercícios. Espero que o parquinho fique pronto logo para que eles possam brincar enquanto uso os aparelhos”, enfatiza.

Zuleica Viana, 51 anos, acredita que a praça é uma forma de manter a saúde em dia. “Sou diabética e preciso me exercitar. Com os aparelhos pertinho de casa, me sinto mais estimulada”, afirmou a funcionária pública, moradora da cidade há quatro anos. Na troca entre aparelhos de aeróbica e de força muscular, ela afirmou que espera ver a comunidade interagir mais. “Hoje, vim a pé. As pessoas podem trazer os cachorros e as crianças para conhecer esse espaço destinado ao nosso lazer”, destacou.

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: Renan Alexander
Mais um absurdo! Colocar esse nome! Sem ser um exemplo! E ainda sem consultar! Mais um que vai se depredado pelo aqueles que segue o exemplo dela os viciados! Que estranho! kkkkkkkkkkkkk | Denuncie |

Autor: paulo silva
Só faltam duas coisas: oreintar a população que não use os aparelhos como brinquede para crianças e iluminação. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.