publicidade

Mais um religioso é preso por suspeita de pedofilia, desta vez no Guará

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 05/01/2012 10:52 / atualizado em 05/01/2012 18:05

Renato Alves , Luiz Calcagno

Policiais da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) prenderam nesta manhã de quinta-feira (5/1) um pastor suspeito de pedofilia. O religioso, que já vinha sendo investigado por abusos sexuais contra crianças, foi detido na residência dele, no Guará, após a emissão de um mandado de prisão preventiva. O Correio apurou que o homem pregava na igreja Batista Pentecostal Jeová Jireh, em Vicente Pires.


Ele e sua mulher foram interrogados até por volta das 11h30 e ambos negaram as acusações. Em coletiva de imprensa realizada nesta tarde, agentes da polícia civil que investigam o caso disseram que os atos libidinosos aconteciam dentro do carro do pastor, durante o transporte das crianças do culto para a casa do religioso ou no caminho de volta para a casa dos pais. Ainda segundo a polícia, o acusado também chegou a passar um vídeo pornográfico em sua residência para alguns dos meninos.

Computadores, cds e dvds foram apreendidos e o laudo deve sair em até 30 dias. Os investigadores esperam que novas vítimas se apresentem.

O advogado do homem declarou que apresentará um pedido de habeas corpus. O pastor, que se diz inocente, desafiou a polícia à apresentar provas contra ele.

Em uma semana, é o terceiro religioso preso no DF. Houve o caso de um padre acusado de estuprar seis crianças e de um pastor suspeito de estelionato. Há um mês, um outro pastor foi condenado a 50 anos por estuprar filhos de fiéis, também no DF. Acesse links ao lado.

publicidade

Tags:

publicidade