cidades df
  • (15) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ICMBio diz que animais mortos encontrados em Barragem são porcos do mato

Publicação: 29/08/2012 13:32 Atualização: 29/08/2012 14:06

 (Ed.Alves)

Na manhã desta quarta-feira (29/8) foram encontrados pelo menos 17 animais mortos às margens da Barragem de Santa Maria, dentro do Parque Nacional de Brasília. Anteriormente, foi anunciado que os bichos tratavam-se de capivaras, embora as equipes de fiscalização da área desconhecessem o caso. No entanto, após inspeção, funcionários do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) confirmaram que eram porcos queixadas, espécime de porco do mato. Os animais foram achados por equipes da zoonose e da Universidade de Brasília.

Leia mais notícias de Cidades

Segundo exames preliminares, não há marcas de tiros nos bichos e os técnicos desconfiam que a causa das mortes tenha sido envenenamento, já que há a hipótese de que os animais estivessem à procura de água. A equipe do ICMBio começou a retirar as carcaças dos porcos que serão encaminhadas à faculdade de veterinária da UnB, onde será feita a perícia.

Aguarde mais informações.

 

 

Tags: celular

Esta matéria tem: (15) comentários

Autor: saul silva
podem procurar os plantadores de verdura ou milho do local,sem duvida sao os responsaveis,ja que esses animais sao como uma praga para lavouras. mesmo assim injustificavel! | Denuncie |

Autor: filomena rocha
Essa coisa de superioridade e' que e' ignorante. No passado as mulheres eram consideradas ninguem, so as queriam para escrava e produzir filhos, depois foi a vez do negro ser considerado nao humano, agora os animais sao considerados descartaveis.Sempre o porco chauvinista querendo acertar-se | Denuncie |

Autor: GILMAR PEREIRA
algum maluco pode ter colocado veneno na agua para matar ulguns candangos e um lugar de facil acesso. | Denuncie |

Autor: gringu gringu
o que esse povo aprendeu nas escolas a ponto de fazer uma comparacao tao bizarra como essa? ser humano ser identico a suinos? | Denuncie |

Autor: Antonio Silva
era uma vez um parque com macacos pregos e queixadas, mas que agora só tem capim gordura, braquiária e funcionário ocioso. Literalmente, um parque de diversão bom pra cachorro. | Denuncie |

Autor: gringu gringu
juiz universal? isso esta parecendo guerra nas estrelas... aff... depois de velha ainda tem pensamentos de meninos de 8 anos.... santo DEUS | Denuncie |

Autor: gringu gringu
o que leva um " ser humano" fazer uma comparacao tao ignorante como essa? de onde essa louca tirou essa ideia que somos irmaos dos animais irracionais? tudo isso por falta de conhecimentos Biblicos...eu sou a semelhanca de DEUS e nao de porcos ou macacos... aff quanta ignorancia numa cabeca so. | Denuncie |

Autor: filomena rocha
Eu tinha quase certeza que foram envenenados. Ainda tem muita gente com esse espirito de demonio, matando e causando muito sofrimento aos animais. Queiram ou nao, os animais sao nossos irmaos, a diferenca no DNA e' minima. Quando enfrentarem o Juiz universal vao se arrepiar, sera' tarde demais. patif | Denuncie |

Autor: gringu gringu
eram capivaras, agora sao porcos e daqui apouco serao restos humanos....quanta falta de competencia profissional..... tipo brazil | Denuncie |

Autor: Hel
Algum sem alma colocou veneno para os bichos comerem. Quetaldescobrirem que são ? | Denuncie |

Autor: PEDRO FREITAS
VA ATRAZ DOS CHACAREIROS. | Denuncie |

Autor: Gledson Tavares
Mesmo sendo porcos do mato sao animais e nao deveriam ter sido mortos... fiscalizacao que faca investigacao para apurar... | Denuncie |

Autor: Rogerio Santos
É uma pena animais tão grandes aparecerem mortos. Isso deve ser muito bem investigado. Até por que, essa água abastece grande parte de Brasília. | Denuncie |

Autor: Andrea Sousa
Notícia muito triste...espero que a causa seja descoberta. Há alguns anos um idoso envenenou macacos no Parque Nacional de Brasília. | Denuncie |

Autor: Carlos Pinho
Se bebemos da mesma água dos porcos e não morremos, sinal que nos acostumamos a beber porcaria... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.