cidades df
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

TJ promoverá semana de conciliação para casos relacionados ao DPVAT Equipe formada por juízes e médicos vai analisar 500 processos com expectativa de resolver 90% deles

Publicação: 12/09/2012 06:43 Atualização:

Todos os dias um acidente com morte é registrado no Distrito Federal. De acordo com o Departamento de Trânsito (Detran-DF), de janeiro a agosto deste ano, foram 275 ocorrências fatais. Todas essas vítimas, além de pessoas que ficaram com lesões permanentes ou precisaram de tratamento médico, são amparadas pelo seguro obrigatório: o DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre).

'Muitos processos se arrastam por conta da falta de um laudo que ateste as sequelas do acidente. Com os médicos, nós adiantamos também essa etapa'
Luciana Yuki Sorrentino, juíza do TJDFT
"Muitos processos se arrastam por conta da falta de um laudo que ateste as sequelas do acidente. Com os médicos, nós adiantamos também essa etapa" Luciana Yuki Sorrentino, juíza do TJDFT

Apesar de os cidadãos terem direito ao benefício — e todos os motoristas e os motociclistas pagarem por ele —, muita gente desconhece como ele funciona, quais são os requisitos e os valores pagos. Devido à falta de informação, as pessoas procuram a Justiça para receber indenização. No Distrito Federal, há 15 postos de atendimento em pontos estratégicos.



Benefício

Direito: vítimas de acidentes de trânsito têm direito ao seguro Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT)
Indenização: para pedir a indenização não é necessária a contratação de advogado nem é cobrada qualquer taxa
Locais: no Distrito Federal, há 15 pontos de atendimento
Prazo: a avaliação do pedido de indenização sai em até de 30 dias
Informações: ligue para 0800 022 12 04 ou consulte o site www.dpvatsegurodotransito.com.br

COBERTURAS
 
 Reembolso de despesas de saúde
O valor pago é de até R$ 2.700
O objetivo é devolver à vítima o dinheiro gasto com atendimento médico, exames e remédios
Para solicitar a indenização, a vítima precisa apresentar o boletim de ocorrência do acidente e os recibos e as notas fiscais dos gastos de tratamento

 Invalidez permanente
O valor pago é de até R$ 13.500 (estabelecido de acordo com a lesão)
Atende vítimas que ficaram com sequelas permanentes após o acidente de trânsito
É preciso apresentar o boletim de ocorrência do acidente, o laudo do Instituto Médico Legal e o boletim médico

 Morte
O valor pago é de R$ 13.500

A indenização pode ser solicitada pela família da vítima. Para fazer o pedido é necessário apresentar o boletim de ocorrência do acidente de trânsito, a Certidão de Óbito e os documentos que comprovem a relação da vítima com o solicitante
Para mais informações, ligue para 0800 022 12 04 ou consulte o site www.dpvatsegurodotransito.com.br.
Tags: celular

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: Antonio Veloso
Concordo caro leitor, o governo deveria fazer uma campanha de divulgação mais abrangente, criar um mecanismo capaz de acionar o seguro na hora de registrar o sinistro, o acidente, fazer com que o assegurado tenha acesso imediato ao benefício, para não esbarrar na burocrácia. | Denuncie |

Autor: EDNALDO RODRIGUES
ESSE TIPO DE BENEFÍCIO O GOVERNO NÃO FAZ CAMPANHA PARA INFORMAR O POVO DO DIREITO QUE TÊM... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.


  • Últimas notícias
  • Mais acessadas