cidades df
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

DF lança auxílio Cartão Material Escolar a 130 mil alunos da rede pública Mais de 72 famílias e 210 papelarias estão cadastradas no programa

Publicação: 26/02/2013 21:02 Atualização: 27/02/2013 15:05

Governador Agnelo Queiroz, durante entrega do Cartão Escolar para compra de material escolar nas papelarias (Roberto Barroso/Agencia Brasília)
Governador Agnelo Queiroz, durante entrega do Cartão Escolar para compra de material escolar nas papelarias


Nesta terça-feira (26/2), o Governo do Distrito Federal lançou o projeto Cartão Material Escolar e vai conceder a 130 mil alunos da rede pública créditos de até R$ 323 para gastos com produtos de papelaria. Hoje, ao todo, mais de 72 famílias e 210 papelarias estão cadastradas no programa.

Leia mais notícias em Cidades

“Essa é uma ação integrada entre diversas secretarias, que, além de trazer dignidade aos alunos na compra do material escolar de qualidade, também vai incentivar o desenvolvimento das empresas locais, já que as famílias poderão fazer as compras nas papelarias próximas à sua casa”, ressaltou o governador Agnelo Queiroz.

Os cartões terão valores diferentes de acordo com o período que o aluno estiver. Para alunos que estiverem cursando do 1° ao 5° período do ensino fundamental, o auxílio será de R$ 323 reais, e os do 6° ao 9°, R$ 228. Já os estudantes do ensino médio terão crédito de R$ 202 reais. Para famílias com mais de um aluno cadastrado, as quantias serão depositadas em um único cartão.

O cartão será entregue aos pais dos alunos na escola em que o filho estuda. Após receber o cartão, o responsável deve ir a uma agência do BRB, nos dias 7, 8, 11, 12 e 13 de março. Na oportunidade, será criada uma senha para a imediata utilização dos créditos.

Em 2014, o modelo será estendido a mais 39 escolas. “Nos próximos dias, vamos lançar uma série de medidas voltadas para a juventude”, adiantou o governador.

 

Confira a reportagem da TV Brasília

 

Tags:

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: geraldo santos
Parabéns ao Governo pela sensibilidade ao problema, muita gente não pode comprar o material e merece essa ajuda. Para lembrar, não tenho filhos na escola mais. | Denuncie |

Autor: Luiz Carlos Grangeiro
Não seria melhor diminuri os impostos sobre esses produtos?! Não existe nada de graça, esse dinhero está saindo do bolso dos Brasilienses. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.