cidades df
  • (7) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

GDF assina decretos que estabelecem novos valores para auxílios a PMs Para o auxílio-alimentação, o valor previsto é de R$ 850 e entrará em vigor a partir 1º de maio

Gabriella Furquim

Publicação: 18/02/2014 23:18 Atualização: 18/02/2014 23:24

Decretos serão publicados na edição do Diário Oficial do DF desta quarta-feira (19/2) (Divulgação/Agência Brasília)
Decretos serão publicados na edição do Diário Oficial do DF desta quarta-feira (19/2)

 

Na noite desta terça-feira (18/2), o governador Agnelo Queiroz assinou dois decretos que estabelecem os novos valores para os auxílios alimentação e moradia dos policiais e bombeiros militares do Distrito Federal, da ativa e da reserva. Os decretos serão publicados no Diário Oficial do Distrito Federal desta quarta-feira (19/2). Para o auxílio-alimentação, o valor previsto é de R$ 850 e entrará em vigor a partir 1º de maio.

Leia mais notícias em Cidades


O reajuste auxílio-moradia será em três etapas, sempre no mês de setembro. A primeira será este ano e as outras duas em 2015 e 2016.

 

Com os reajustes concedidos, ao final de 2016, um coronel, com dependente, terá remuneração total de R$ 21.721,13 ( aumento de 20,24%), um subtenente, R$ 12.104,90 (20,48%), enquanto um soldado receberá R$ 7.190,98 (21,66%).

Hoje, após uma nova reunião entre a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros do DF, os militares decidiram aceitar a proposta de reajuste dos auxílios alimentação e moradia apresentada pelo GDF no último sábado (15/2). Por meio de nota, o GDF confirmou que decidiu atualizar os valores dos benefícios.

A reunião dos militares ocorreu no Clube dos Oficiais, no Setor de Clubes Sul, e teve a presença do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Anderson Carlos de Castro, do sub-comandante da corporação, Claudio Armonde e demais integrantes das corporações.


Assim que a maioria se mostrou favorável ao acordo, o comandante-geral da PM se reuniu com o governador Agnelo Queiroz.

Esta matéria tem: (7) comentários

Autor: Jl Madeira
A segregação continua entre oficias e praças. Em 2016, quando a inflação já tiver consumido boa parte desse aumento, 2º tenente com depend. = 2.153,00. SOLDADO com depend. = 1.095,00. Diferença = 1.058,00. TENENTE = Águas Claras. SOLDADO = Águas Lindas - GO. | Denuncie |

Autor: Jl Madeira
Parabéns ao Correio Braziliense, por mostrar o quadro de valores. Eis o porque da indignação das praças da PMDF. Final do aumento em 2016: SOLDADO com dependente = 1.095,68. CORONEL com dependente = 3.600,00. DIFERENÇA = 2.500,00. CORONEL = Lago Sul. SOLDADO = Lago Azul - GO. A indignação continua. | Denuncie |

Autor: hacker pt
Queria ser PM. | Denuncie |

Autor: wellington santos
interessante! | Denuncie |

Autor: JOEL NEVES
Um sábio disse que 2014 e o ano do troco? Com tanto dinheiro e óbvio que tem troco. | Denuncie |

Autor: Cesar Lins
Fazem a população refém, mas ganharam 15% de aumento em 2012, e mais 22% agora... têm vários penduricalhos no contracheque (como auxílio-moradia e GSV de R$1500 mensais). E um 2o.Tenente de 22 anos (recém saído da academia) ganha salário inicial de R$13mil... Depois ficam choramingando né? | Denuncie |

Autor: Alber Bandeira
O GDF tá dando um tiro no pé, pois agradou as pessoas erradas. Quem faz o serviço de verdade vai continuar insatisfeito e na operação legalidade. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.


  • Últimas notícias
  • Mais acessadas