cidades df
  • (15) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

"Ele machucou meu filho até a morte", diz mãe, sobre padrasto suspeito A mãe de Miguel Estrêla, Gabrielle, usou o Facebook para desabafar e reiterar a versão policial que aponta o professor de jiu-jitsu Daryell Xavier como principal suspeito de espancar e abusar sexualmente da criança

Publicação: 01/04/2014 18:26 Atualização: 01/04/2014 22:09

Gabrielle e Miguel: 'Entreguei minha vida e a do meu filho pra esse homem cuidar' (Facebook/Reprodução)
Gabrielle e Miguel: "Entreguei minha vida e a do meu filho pra esse homem cuidar"

A mãe de uma criança que morreu após suposto espancamento e abuso sexual pelo padrasto desabafou nesta terça-feira (1º/4) no Facebook. O menino tinha apenas dois anos e faleceu em um hospital particular de Taguatinga no sábado (29/3) com sinais de convulsão e vários hematomas pelo corpo.

"Eu entreguei minha vida e a do meu filho pra esse homem cuidar, eu acreditei no amor e na bondade dele, eu o apoiei, eu o amei, e aceitei seus defeitos sem saber que ele era algo muito pior, minha família inteira se encantou por ele, fomos acolhidos e acolhemos ele e seu filho", relata Gabrielle Estrela no texto.

Leia mais notícias em Cidades

O padrasto da criança, professor de jiu-jitsu, é o principal suspeito do crime. Daryell Dickson Menezes Xavier estava foragido e se entregou na noite desta terça-feira (1/4) . De acordo com a delegada-chefe da 38ª Delegacia de Polícia, Tânia Dias Soares, o padrasto foi considerado o principal suspeito do crime após prestar depoimento contraditório - ele teria sido a última pessoa a manter contato com a criança. Miguel foi levado ao hospital na quinta-feira (27/3), mas não resistiu e faleceu dois dias depois. Segundo a mãe da criança, o padrasto estava com a família dela no hospital durante a internação do menino.

Daryell Dickson Menezes Xavier, professor de jiu-jitsu (Reprodução/Facebook)
Daryell Dickson Menezes Xavier, professor de jiu-jitsu

"Esse homem um dia decidiu apenas por crueldade tirar meu coração de dentro do corpo, ele matou meu filho, ele machucou tanto meu filho até a morte, e já quase sem vida ele me ajudou a levar meu filho ao hospital... esse homem Daryell Dickson Menezes Xavier esteve ao meu lado no leito do meu filho nos 2 primeiros dias de internação me apoiando me dando forças, me encorajando junto à minha família", continuou a mãe.

No desabafo, Gabrielle também conta o que sentiu quando a polícia pensava no padrasto como suspeito: "Foi muito difícil pra mim acreditar que meu segundo amor havia matado meu primeiro amor! Havia me tirado a vida, me tirado a oportunidade de criar um homem, de sentir seu abraço de ouvir a sua voz me chamando, de me dizer "eu amo minha mamãe", de sentir seu beijo, de sentir me acariciando os cabelos, de sentir seu cheiro, havia machucado meu neném, tadinho do meu filhinho, ele sentiu muita dor, tão inocente, tão frágil, tão injusto... Peguei meu filho sem nenhuma vida no colo, só a carne, sem alma nenhuma... uma cena que jamais esquecerei... doeu demais!".

Traumatismo craniano
O Instituto Médico Legal (IML) verificou traumatismo craniano segundário a ação exterior como causa de morte, o que significa que a criança sofreu um grande impacto e não caiu da própria altura.

"Não foi um tombinho a toa que causou o traumatisco craniano. Há indícios de golpe. Como o padrasto estava sozinho com a criança, prestou depoimento contraditório e tem envolvimento com lutas marciais, tudo indica que ele pode ter feito alguma coisa", contou Tânia.

 
Segundo a delegada, também houve registro de fissura anal na criança. Não se sabe ainda, porém, se a fissura possui origem interna (problemas de intestino) ou externa (abuso sexual). O resultado do laudo técnico que revela a causa da fissura sairá em no mínimo 15 dias.

Ao final do texto, a mãe pede justiça e que encontrem Daryell: "Daryell Dickson Menezes Xavier assassinou meu pequeno Miguel Estrêla Massena... Nada ameniza minha dor, mas eu clamo por justiça humana", conclui ela.

 

Esta matéria tem: (15) comentários

Autor: DJALMA BELFORT DOS SANTOS SANTOS
QUEM AGUENTA ESTE TIPO DE CANALHA! não dá para acreditar que daqui a no maximo 7 anos este ANIMAL, ESTE PORCO IMUNDO estará solto, DANDO AULA ou ensinando varios alunos a ser como ele, MONSTROS, ladrões de vidas! quem se sentir incomodado com este depoimento, pode me ligar 61 9229 0628 | Denuncie |

Autor: Francisco Carneiro
Vamos todos juntos orar pela mae desta crianca e pela prooria crianca que Deus possa recebe-la e conforta a sua mae e que Maria passe sempre na frente desta familia que perdeu esse anjo que Deus abecoe esta familia sempre . | Denuncie |

Autor: Djalma Junior
Que DEUS ensine a todas as pessoas que casam e separam com muita facilidade e tem filhos pequenos que antes de felicidade conjugal nova, existe a confiança na entrega de um ser indefeso a companhia de um estranho. | Denuncie |

Autor: paulo durães
Vai pagar nada. Só está preso enquanto se esquece do caso. Um juizinho qq vai livrá-lo do martírio, com dó. Não há sentimento algum nada por um ser desse tipo. | Denuncie |

Autor: ABEL DUARTE
Conte com a solidariedade do povo de Bsb. Que Deus te de força para superar essa dor. Sua dor eh a dor de muita gente que conviveu com esse tipo de Monstro. | Denuncie |

Autor: Tiago Ramos da Silva
Muitos já estão condenando o rapaz sem ter certeza dos fatos. A fissura anal pode não ter sido abuso sexual, e o traumatismo pode ter sido um acidente cuja participação e culpa ele teve receio de assumir. | Denuncie |

Autor: Francisco Vieira
Nó máximo ficará DEZ ANOS preso... | Denuncie |

Autor: Francisco Vieira
Caro Prado, tomara que deus não abandone a mãe da mesma maneira que abandonou o filho... | Denuncie |

Autor: Francisco Vieira
Violência não se resolve NA RUA. Violência se resolve NO VOTO! | Denuncie |

Autor: Francisco Vieira
Portanto, NÃO EXISTE CRIME HEDIONDO NO BRASIL. Todas as prisões visam, apenas, a REINSERÇÃO SOCIAL dos apenados, mesmo que isso custe a vida de INOCENTES. | Denuncie |

Autor: Francisco Vieira
SENHORES... Não se esqueçam que o STF disse que não existe crime hediondo e que todos os BANDIDOS tem o direito de progressão de pena... | Denuncie |

Autor: Sérgio Prado
Quanta covardia! Deus é mais, força Gabrielle, Ele nunca abandonará, principalmente em momento tão difícil como este. | Denuncie |

Autor: Matheus Rodrigues
Sou pai de uma menina, não consigo imaginar a dor dessa mãe. Estou aflito, torço muito pela prisão desse monstro. Ele vai pagar pelo o que fez, certeza. | Denuncie |

Autor: filomena rocha
Se fala mal de madrasta, mas nunca se ouviu dizer que estuprasse enteados. As mulheres brasileiras precisam se levantar contra o machismo, a sodomia e a violencia nos homens. Investiguem a ficha criminal de alguem antes de se envolverem com ele. | Denuncie |

Autor: filomena rocha
Coitada! vai sentir-se culpada a vida toda. Eu digo e repito, maes tem que olhar pelos filhos acima de tudo,nao ponham um homem dentro casa e nunca o deixe sozinho com sua crianca. Nos vivemos num mundo dominado pelo poder de satanaz porque nos afastamos de Deus, o crime e' velho mas agora e' enorme. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.


  • Últimas notícias
  • Mais acessadas