publicidade

Programação da Parada Gay de Brasília inclui culto religioso no Conic

A comunidade é formada por cristãos, com tendência à linha evangélica. "Temos muitos casais que frequentam a igreja", diz a pastora responsável

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/09/2014 15:18

Reprodução/ ComunidadeAthos

Os eventos em torno da 17ª Parada do Orgulho LGBTS de Brasília começam nesta terça-feira (2/9) com novidades. Além de teatro, música, poesia e até concurso de fantasias de cachorros, este ano o programa oficial abre espaço para culto religioso, realizado pela igreja inclusiva Comunidade Athos, no subsolo Conic.

O culto será realizado nesta quarta-feira (3/8), às 19h30, pela pastora Márcia Dias. A Comunidade Athos existe desde dezembro de 2005 em Brasília, sob a direção dos pastores Ivaldo Gitirana e de Márcia. A comunidade é formada por cristãos, com tendência à linha evangélica, "mas com diferença da estrutura tradicional", ressalta Márcia. "Cremos no poder de Deus como agente transformador de vidas, independentemente da diversidade que constitui o homem", filosofa.

Reprodução/ ComunidadeAthos
Márcia diz saber que dentro do movimento LGBTS existem pessoas que discordam do que a igreja representa, mas para ela, o foco "não é enaltecer; é agradecer por ser quem são".

Sobre a doutrina, a pastora lembra que a Bíblia não faz proibições, mas sim condena a promiscuidade; ela ressalta que o importante é ser feliz em um relacionamento sério: "Temos muitos casais que frequentam a igreja". Pelo menos 300 pessoas vão à igreja todos os meses. A celebração é feita todas as quartas-feiras e sábados e esporadicamente aos domingos, sempre às 19h30.

A comunidade começou como um grupo de reuniões e enfrentou preconceito no próprio espaço, que era alugado, no antigo endereço. "Assim que descobriram para que o lugar era usado nos mandaram sair de lá", lembrou. Ainda hoje eles recebem e-mails com ofensas, mas esperam que a parada proporcione mais visibilidade e aceitação.

A parada
No dia da Independência (7/9) a Parada do Orgulho LGBTS sai da quadra 112 da Asa Sul, em direção à Rodoviária do Plano Piloto. A Associação Parada LGBTS de Brasília espera 50 mil pessoas - mesmo público do ano passado.

Programação
Terça-feira, 2/9. 20h – Lounge Poético – Edição Orgulho. Várias expressões artísticas, inclusive do público, sobre o universo LGBT. Local: Balaio Café (201 Norte, bl. B).

Quarta-feira, 3/9. 19h30 – Culto religioso. Igreja inclusiva de LGBT une diversidade e religiosidade. Local: Comunidade Athos (Conic).

Quinta-feira 4/9 21h – (M)Eu Caio – Mais uma de amor. Peça fala da vida do escritor Caio Fernando Abreu. Com Arthur Tadeu Curado. Direção de Carolina Vianna. Local: Teatro Plínio Marcos, Funarte (atrás Torre de TV). Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Sexta-feira, 5/9. 19h – Debate Voto LGBT: caminhos para mobilização. Local: ICC Sul, anfiteatro 10, UnB. 21h – (M)Eu Caio – Mais uma de amor. Local: Teatro Plínio Marcos, Funarte. Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). 22h30 – Let’s Club com DJ Paulo Pringles (SP). Local: Victoria Haus (SAAN, qd. 1, lt. 930). Ingresso: R$ 20 (antecipado)*.

Sábado, 6/9. 10h – Orgulho Pet. Concurso de cães fantasiados. Prêmio em dinheiro. Local: área externa da Funarte. 21h – (M)Eu Caio – Mais uma de amor. Local: Teatro Plínio Marcos, Funarte. Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). 22h30 – #Farra. Local: Victoria Haus. Ingresso: R$ 20 (antecipado)*.

Domingo, 7/09. 14h30 – 17ª Parada do Orgulho LGBTS de Brasília. Maior ato de direitos humanos do DF foca o voto consciente. Concentração: Eixo Rodoviário, altura da 112 Sul. Caminhada rumo à Rodoviária do Plano Piloto.
20h – (M)Eu Caio – Mais uma de amor. Local: Teatro Plínio Marcos, Funarte. Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

publicidade

publicidade