publicidade

Acidente com carro do DF mata três pessoas e deixa criança ferida na GO-139

De acordo com informações da Polícia Militar Rodoviária de Goiás, o carro dirigido pelo marido da promotora pública Marivânia Palmeira Feres, Jofre Feres, de 50 anos, bateu de frente com um caminhão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/01/2016 16:29 / atualizado em 04/01/2016 00:01

Gabriela Vinhal , Thiago Soares

CBMGO/Divulgação
 
 
Um acidente na rodovia GO-139, em trecho entre Caldas Novas e Piracanjuba (GO), matou três pessoas de uma mesma família do Distrito Federal e deixou uma criança ferida, na tarde deste domingo (0401). De acordo com informações da Polícia Militar Rodoviária de Goiás, um Ssangyong Actyon, com placa de Brasília, bateu de frente em um caminhão que transportava leite. O veículo, que seguia em direção à capital federal, teria tentado fazer uma ultrapassagem e acabou colidindo. As vítimas morreram na hora. O motorista do caminhão também sobreviveu.

A polícia não havia confirmado a identidade dos passageiros até as 20h de ontem. No entanto, a página oficial da Cidade Ocidental em uma rede social publicou uma nota de pesar sobre o falecimento da promotora pública Marivânia Palmeira Feres, de 46 anos, e da família dela. Segundo o texto, morreram também o marido Jofre Feres, de 50 anos, que estaria dirigindo o veículo, e a filha do casal, Izabela Palmeira, de apenas 8. Mais tarde, o Ministério Público do Estado de Goiás também postou uma nota sobre o falecimento de Marivânia no site do órgão.

Sobrevivente
Uma criança de 12 anos, que estava sob tutela do casal, ficou presa às ferragens e foi resgatada ainda com vida, mas em estado grave, e levada inicialmente para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caldas Novas. Depois, a menina, interna do orfanato Rebeca Jenkins, de Brasília, teve que ser transferida de aeronave para o Hospital de Urgências Médicas de Goiânia (Hugo). De acordo com o orfanato, ela teve algumas fraturas, mas passa bem.

O acidente ocorreu por volta das 13h, em um trecho que estava muito movimentado. De acordo com uma das testemunhas que estava em um veículo atrás da família, o motorista ainda tentou desviar do veículo, mas não conseguiu. “Eu e três pessoas paramos logo e alguns homens começaram a tentar ajudar a moça, que ainda estava viva e espero que continue! Tinha um médico que desceu correndo pra ajudar enquanto chegava socorro! É tão triste tudo isso”, afirmou a mulher em uma rede social.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Ubirajara
Ubirajara - 05 de Janeiro às 22:02
Pesquisei! Este SsangYong Action não tem Controle Eletrônico de Estabilidade. Um crime fabricar um SUV instável deste sem segurança ativa que é obrigatório na Europa há 6 anos.

publicidade