SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Dez eventos lembram os 20 anos da morte de Renato Russo, líder da Legião

Lançamentos, eventos e reedições lembram o maior nome do rock nacional, que morreu em 11 de outubro de 1996

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/10/2016 09:06 / atualizado em 11/10/2016 11:24

Carlos Vieira/CB/D.A Press
 

O Brasil acordou órfão do maior nome da sua cena roqueira em 11 de outubro de 1996. Renato Russo morreu de madrugada, no Rio de Janeiro, em decorrência de complicações da Aids. Apesar de ter nascido na capital carioca, onde morou no auge do sucesso, ele sempre ressaltou a importância de Brasília em sua vida pessoal e profissional. Cantou o pior e o melhor da capital. Lançamentos, eventos e reedições lembram os 20 anos da morte do líder da Legião Urbana e ídolo de uma geração. A maioria dos eventos acontece este mês.

 

Em Taguatinga, o grupo cover Quatro Estações faz show para manter vivo o legado, a memória e, mais ainda, a identidade brasiliense de Renato Russo. “Vemos o rock sendo engolido por outros estilos musicais. Portanto, essas homenagens são importantes para cultivar o nascimento de outras bandas”, afirma Celso Andrade, 45 anos, vocalista do grupo candango. “Fazemos questão de fazer algo, nem que seja pequeno, em março, aniversário do Renato, e em outubro, data da morte dele, porque, como artista é uma forma de darmos sequência ao trabalho e como fãs, manter vivo a essência do trabalho da Legião”, completa o músico Paulo Veríssimo, 28.

Os dois lembram do dia da morte de Renato. “Estava no trabalho e um segurança me disse que o vocalista do Paralamas tinha morrido. Achei estranho. Depois, vi que era o líder da Legião. Não acreditei. Fiquei acabado”, relembra Celso. A Quatro Estações existe desde 1997 e os integrantes se surpreendem com a reação do público que os acompanha. “ Tem gente de todas as idades. As canções do Renato são atemporais. Falavam com os jovens dos anos 80 e com os de hoje. Não sei se isso é bom, porque, quer dizer que, politicamente, as coisas não mudaram. Mas é bom porque o público se renova e as pessoas não se esquecem da Legião”, afirma Paulo.

 

Mila Petrillo/CB/D.A Press
 

Outros eventos estão programados para o restante do ano e o decorrer de 2017, como uma exposição do acervo do líder da Legião no Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS/SP). Também em 2017 deve ser rodado o longa-metragem Eduardo e Mônica, baseado na música homônima de Renato Russo. “Nele, Brasília, além de cenário, servirá como personagem da trama romântica. Vamos destacar as quadras residenciais e comerciais, os parques, os bares e a gente que habita e frequenta esses lugares”, adianta o diretor brasiliense René Sampaio, 43 anos, o mesmo de Faroeste Caboclo

 

Assim como o longa homônimo da canção-hino escrita por Renato Russo, que atraiu mais de 1,5 milhão de pessoas aos cinemas em 2013 e abocanhou prêmios mundo afora, a obra cinematográfica sobre o casal mais famoso da música brasileira será um filme de época. Mas, enquanto Faroeste lembrou a Brasília do fim dos anos 1970 — quando Renato escreveu a música —, Eduardo e Mônica vai retratar 1986, quando foi lançado o álbum Dois, da Legião Urbana. 

  

PROGRAMA-SE

 

Livros

 

Já disponível nas livrarias The 42nd St. Band: romance de uma banda imaginária, ficção escrita na adolescência pelo líder da Legião.

 

Também nas livrarias, a primeira edição revista e ampliada de Renato Russo: o filho da revolução, biografia lançada em 2009 e assinada pelo jornalista Carlos Marcelo.

 

Musical

 

O ator Bruce Gomlevsky reestreia, hoje, no Rio de Janeiro, Renato Russo, o musical, montado em 2006, nos 10 anos de morte do cantor.

 

Discos

 

Também hoje, será lançado Viva Renato Russo 20 anos, álbum-tributo com novas bandas do rock brasileiro cantando sucessos de Renato.

 

Caixa com os álbuns solo de Renato será lançada no dia 28: The Stonewall Celebration (1994), Equilíbrio distante (1995), O último solo (1997), Presente (2003) e Duetos (2010).

 

Shows

 

20 anos sem Renato Russo, com a banda 4 Estações (cover), hoje, 22h, no Bar do Kareka, Taguatinga. Mais informações: https://www.facebook.com/events/194978524270294/

 

Legião Urbana 30 anos, com Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, no Net Live Brasília, 28 de outubro, 22h. Mais informações:https://www.facebook.com/legiaourbana30anos/

 

Exposição

 

Acervo do cantor e compositor será apresentado pelo Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS/SP) em 2017.

 

Outros

 

II Encontro Memorial Renato Russo do professor Paulo Castelo — Temas Acadêmicos. Grupo disponibiliza, a partir de hoje, vídeo com um bate papo com a doutora Sylvia Cyntrão e a doutoranda Julliany Mucury da UnB. O bate papo foi sobre a relevância acadêmica da obra de Renato. A tese de Julliany dará ao cantor o status de escritor. Link: https://youtu.be/d-JrWfBF9pw

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.