SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Justiça condena GDF a reconstruir escola em Taguatinga

A ordem partiu da 6ª Vara de Fazenda Pública, que determinou a reforma da Escola Classe 46, na EQNL 21/23

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/10/2016 19:57 / atualizado em 11/10/2016 20:11

O Distrito Federal recebeu o prazo de um ano para reconstruir uma escola em Taguatinga, sob o risco de pagar uma multa diária no valor de R$ 5 mil, caso descumpra a decisão judicial. A ordem partiu da 6ª Vara de Fazenda Pública, que determinou a reforma da Escola Classe 46, na EQNL 21/23.

Leia mais notícias em Cidades

O Ministério Público, que ajuizou a denúncia pela Promotoria de Justiça de Defesa da Educação (Produec), em 2014, apresentou laudos que comprovam que a situação da unidade de ensino é precária. O resultado aponta que toda a comunidade escolar está em risco, o que compromete a segurança e a qualidade do serviço oferecido.

Na sentença, o juiz destacou que “fazer obras de manutenção e reforma nas escolas para que os alunos tenham condições razoáveis de aprendizado é obrigação imposta pela Constituição a todo administrador e que a discricionariedade não pode servir para o administrador escolher se cumpre ou não a Constituição”.

As promotoras de Justiça de Defesa da Educação, Márcia da Rocha e Cátia Gisele Vergara, esperam que o DF se sensibilize com a situação enfrentada pela escola. “Ao contrário do que vem acontecendo nos últimos anos, esperamos que sejam adotadas as medidas cabíveis para garantir um espaço físico digno e um ambiente propício ao aprendizado, contrariando a praxe do ente federado que é a utilização de todos os recursos possíveis apenas para protelar a execução das políticas públicas essenciais”, destacam.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
João
João - 12 de Outubro às 04:49
Condenar é uma coisa, agora obrigar o GDF a cumprir?KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, duvido!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

publicidade